segunda-feira, 6 de junho de 2011

Mundial Sub-19: memória é o que nos falta...

13 nomes. Assim começa a lista da seleção Sub-19 que jogará amistosos na Letônia e Lituânia entre os dias 11 e 27/6 e no período de 30/6 a 10/7 disputará o Campeonato Mundial Sub-19 na Letônia. Nessa lista, 11 nomes integraram a programação de treinamentos realizada por Walter Roese em 2010.
Vejam a lista da Seleção Sub-19 Masculina:
NOME
POSIÇÃO
IDADE
ALTURA
CLUBE
NATURAL
Arthur Casimiro
Pivô
18 anos
2,06m
Paulistano (SP)
RS
Raul Togni Neto
Armador
18 anos
1,86m
Minas TC (MG)
MG
Davi Rosseto de Oliveira
Armador
18 anos
1,80m
Pinheiros (SP)
SP
Bruno Irigoyen
Ala
18 anos
2,02m
Minas TC (MG)
RS
Cristiano Felicio
Pivô
18 anos
2,06m
Minas TC (MG)
MG
Durval Cunha
Ala
19 anos
2,00m
Palmeiras (SP)
MG
Erik Rodrigues Camilo
Ala/Pivô
18 anos
2,03m
Paulistano (SP)
RJ
Felipe André Vezaro
Ala/Armador
19 anos
1,90m
Joinville (SC)
SC
Felipe Taddei
Ala/armador
18 anos
1,92m
Franca (SP)
SP
Leonardo Meindl
Ala
17 anos
2,00m
Franca (SP)
SP
Lucas Mariano
Pivô
17 anos
2,07m
Franca (SP)
GO
Gabriel Aguirre
Ala/pivô
18 anos
2,08m
Palmeiras (SP)
SP
Lucas Nogueira “Bebê”
Ala/Pivô
18 anos
2,13m
Estudiantes (ESP)
RJ

Todos sabem que Walter Roese é meu amigo. E todos os leitores sabem que o considero um dos grandes técnicos do basquete SUB19_2010_WALTERbrasileiro. O que me move nessa postagem, são dois fatos que não estão dissociados, mas que são significativos sobre como se faz basquete nesse país: o reconhecimento da autoria (portanto falo de memória) e a formação de uma seleção de desenvolvimento pela CBB.
Hoje vou falar rapidamente do reconhecimento de autoria. Amanhã, terça-feira, o final dessa postagem com uma análise da seleção de desenvolvimento.
Reconhecimento da Autoria
Quantas vezes dizemos que quem faz um bom trabalho deve conduzí-lo até o final? É assim em grandes empresas. Questões financeiras não deveriam ter afastado Walter Roese da seleção – boatos dão conta que ofereceram 20% do ele recebe na Universidade do Hawai’i e a data da apresentação que precisa ser transferida para março. Sua experiência no basquete universitário americano eleva o nível de qualquer seleção brasileira que ele integrar. De passagem, a equipe que foi conduzida por ele, perdeu de 3 pontos dos EUA – lá dentro, em San Antonio – e conquistou a vaga para o mundial sub-19 desse ano.
O que Walter Roese vai fazer durante o mundial? Vai ser scoutista dos adversários dos EUA durante a primeira fase do mundial e poderá, na sequencia dos jogos, agregar outras funções – com certeza atuará contra o Brasil, pois devemos cruzar com os EUA na segunda fase. Walter deveria ser o Técnico da Seleção Brasileira Sub-19 Masculina. Nós lhe demos as costas, os americanos aproveitaram. O leitor pode conferir em BasketBrasil e LatinBasket entre outros.
Amanhã, seleção de desenvolvimento...
Postar um comentário