Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2017

Heróis do passado: Junior Bridgeman

Hoje nossa série relembra a história de um dos grandes nomes do Milwaukee Bucks, foi uma peça fundamental da equipe e mesmo tendo sido sexto homem por quase toda temporada, teve médias de mais de 12 pontos vindo do banco em quase toda carreira. Não conhece a fera? Chega aí, vem dar uma lida.    Ulysses Lee Junior Bridgeman, nasceu em East Chicago, Indiana e começou a jogar basquete no ensino médio pela East Chicago Washington High School Senators. Eles foram campeões invictos do Campeonato Estadual de Indiana com 29 vitórias em 1971, jogando ao lado de seu irmão Sam, Pete Trgovichque jogou em UCLA e Tim Stoddard que jogou em N.C. State e teve sucesso na MLB como pitcher.    Bridgeman teve uma boa carreira no ensino médio e foi jogar basquete na Universidade de Louisville onde teve uma carreira muito boa. Em suas quatro temporadas, teve bons números, foram respectivamente médias de 21.8 pontos e 12.6 rebotes, 13.8 pontos e 6.8 rebotes, 16.5 pontos e 8.5 rebotes e 16.2 pontos e 7.4 reb…

Série encerrada, esperança aumentada

Pode ser que o Bulls não venha a ter mais uma série de sete vitorias nessa temporada, pode ser que terminem como a pior equipe da liga, mas esse período de jogos e vitorias consecutivas dão uma esperança para a reconstrução da franquia. Só como informação essa serie de vitorias é maior do que conseguiu San Antonio Spurs e Toronto Raptors que estão classificando-se para os Playoffs.    O que essa série nos provou foi a qualidade do elenco jovem do Bulls, mesmo buscando uma escolha do Draft o espaço que os jovens atletas tem obtido para jogar está fazendo eles evoluírem constantemente. Lauri Markkanen terminou a partida de ontem apenas um ponto de sua marca mais alta da carreira, convertendo 11 dos 17 arremessos que tentou, Denzel Valentine converteu 7 de 10 arremessos e nos últimos cinco jogos está com 62% de aproveitamento.     Muitos pontos positivos foram vistos nessa série, o Bulls jogou com facilidade e sabendo articular as partidas. Valentine acertando bolas de três, Markkanen p…

Heróis do passado: Gail Goodrich

A lenda de hoje é uma fera do passado do Los Angeles Lakers, um atleta com uma carreira brilhante desde os tempos de NCAA e que fez seu nome na franquia da Califórnia. Falamos hoje de Gail Goodrich, não conhece a fera? Se liga aqui!    Natural de Los Angeles, Goodrich começou a jogar basquete no John T. Francis Polytechnic High School, onde era campeão e liderou a equipe ao título citadino de basquete. Destacou-se nas finais anotando 29 pontos nos três períodos que esteve em quadra, pois fraturou o tornozelo e teve de deixar a quadra.     No basquete universitário, Goodrich declarou que tinha interesse de jogar na USC onde seu pai havia sido uma estrela, mas acabou indo jogar na UCLA por conta de John Wooden e todo interesse que demonstrou no atleta. O que deixava as equipes com desconfiança no atleta era a sua altura, Goodrich tinha 1,85 m quando chegou a NCAA, sendo baixo para os padrões do basquete universitário.    Ainda assim, teve muito sucesso em UCLA, terminou como o cestinha …

Precisando se benzer

Porzingis a pouco tempo machucou o tornozelo, teve um entorse bem feio, mas que lhe rendeu pouco tempo de molho. Mas ontem a noite deixou a quadra no jogo contra o Brooklyn Nets e preocupa, após ter sentido dores no joelho.    Em um lance normal, que não houve contato nenhum, o ala/pivô que é a estrela dos Knicks deixou a quadra no segundo período. O jogador saltou para contestar o arremesso de Rondae Hollis-Jefferson, e depois de voltar ao solo saiu mancando e não retornou mais a quadra.    Até o momento não saíram notícias sobre a saúde do atleta, mas com certeza preocupa a situação, tomara não ter sido nada grave no joelho que vá lhe retirar das quadras por um tempo. Abaixo o lance:

Heróis do passado: Roger Brown

Hoje nosso texto vai relembrar a carreira da um dos grandes nomes da ABA, mas que quase teve sua carreira interrompida antes de começar por conta de seu envolvimento com um apostador. Roger Brown é uma das lendas do Indiana Pacers, não conhece a fera? Vale a pena a leitura.    Brown uma ala de 1,96 m foi a estrela do basquete no ensino médio, jogando por George W. Wingate High School, do Brooklyn e conseguiu uma bolsa de estudos na Universidade de Dayton. Infelizmente, ele foi banido da NCAA e da NBA por ser revelado que enquanto ainda estava no ensino médio ele e seu amigo Connie Hawkins, tinham relação com Jack Molinas, um apostador que estava envolvido em jogos ilegais.    Essa proibição vetou sua participação na NCAA e uma carreira profissional na NBA, o jovem atleta continuou jogando basquete nas ligas amadoras de Dayton até 1967 quando assinou com o Indiana Pacers da ABA. Brown foi o primeiro atleta contratado da franquia recém criada e chegou com tudo, aos 25 anos na sua tempo…

Oladipo cansado de comparações

Victor Oladipo está voando nessa temporada, com toda certeza ele é a cara da franquia do Pacers e está pedindo para não ser mais comparado com a ex-estrela da franquia Paul George.  "Estou ficando doente e cansado das comparações minhas com Paul George. Ele mudou-se. Eu mudei da situação em que estava. A vida toma seu curso, as coisas acontecem. Estou feliz aqui, ele está feliz lá. Desejo-lhe o melhor. Estou com dó aqui como um Pacer. Eu não sinto desrespeito nenhum por ele, ou o que aconteceu, estou apenas agradecido e honrado de colocar essa camiseta todas as noites." - disse o ala armador em entrevista de acordo com Clifton Brown, da Indy Star.    No princípio quando a troca envolvendo Pacers e Thunder ocorreu, enviando Domantas Sabonis e Victor Oladipo em troca do All-Star Paul George, tudo indicava que era uma troca de mão única. Todos viam PG como um All-Star consolidado e Oladipo como uma atleta de rotação que não servia nem para amarrar os tênis do antigo Pacer.    Depo…

Boa notícia para o Sixers

O ala armador dos Sixers, primeira escolha do Draft pode estar muito perto de retornar as quadras. Segundo Bryan Colangelo, o jogador esta progredindo muito bem no seu tratamento, seu afastamento foi por conta de dores no ombro e um desequilíbrio no músculo escapular do ombro direito, seu braço de arremesso. "A boa notícia é que a dor sumiu e o desequilíbrio muscular desapareceu". Disse Colangelo na quinta-feira para Jessica Camerato da NBC Sports.     Fultz está fora das quadras desde outubro, o problema estava afetando diretamente o seu arremesso. Muito se especulou se a lesão afetou sua mecânica de arremesso ou se ele teria modificado-a para tentar manter-se ativo. De qualquer maneira, agora o objetivo principal é treinar os músculos afetados    O jovem atleta voltou aos Sixers nessa semana após passar por fisioterapia em Kentucky, mas ainda não treinou, não há um cronograma para seu retorno mas na próxima sexta sairá mais uma atualização médica.    Fultz teve médias de 6 pon…

60 pontos em 29 minutos

Hoje faz exatamente um ano que Klay Thompson teve a melhor performance de sua carreira e uma das melhores da história da NBA.    No dia 5 de dezembro de 2016, o ala do Golden State Warriors anotou 60 pontos em apenas 29 minutos contra o Indiana Pacers. Klay teve algumas marcas históricas atreladas a sua performance, sendo elas:    - Thompson tornou-se o primeiro atleta na era do cronometro de arremesso a marcar 60 pontos em menos de 30 minutos e o mais rápido desde 2005, quando Kobe anotou 62 pontos em 33 minutos.     - O primeiro atleta dos Warriors a atingir a casa dos 60 pontos em mais de quarenta anos, o último havia sido Rick Barry em 1964.    - Mostrou ser o rei do catch-and-shoot, ficou com a bola nas mão por apenas 80 segundos e driblou apenas 11 vezes.    - Sua média de 2,07 pontos por minuto só foi mais baixa que a de Wilt Chamberlain e seus 2,08 no dia em que anotou 100 pontos.    Talvez o ala pudesse chegar perto dos 100 pontos com essas médias, mas foi retirado da partida com 1…

Heróis do passado: George McGinnis

Nossa série hoje vai relembrar a carreira de um dos melhores atletas, senão o melhor, da história da ABA. Brilhou também nos tempos de NBA, mas suas melhores marcas foram antes das ligas juntarem-se, ainda assim sempre teve boas marcas por onde passou. Vamos falar de George McGinnis um dos grandes nomes da história do Indiana Pacers, ainda não conhece a fera? Vem conferir.    McGinnis jogou basquete no ensino médio por Washington High School em Indianápolis, onde em seu último ano (1969) ajudou sua equipe a ser campeã estadual invicta e ainda estabeleceu um recorde. Anotou o recorde de pontos do torneio, sendo 148 deles nos últimos quatro jogos, culminando assim na sua eleição de Mr. Basketball do estado de Indiana em 1969.    No ano de 1970/71 jogou basquete pela Universidade de Indiana por apenas uma temporada e tronou-se o primeiro novato a liderar a Big Ten em pontos e rebotes. Ele teve médias de 30 pontos e 14.7 rebotes, foi All-American e All-Big Ten.    Sua carreira profissiona…