domingo, 19 de maio de 2013

Atropelamento no Texas

   Com domínio total da partida e sem tomar conhecimento da forte franquia dos Grizzlies, os Spurs passaram o trator em cima dos adversários. Voltando a se enfrentar em Playoffs, sendo a primeira vez em 2011, quando a equipe de Memphis bateu os favoritos Spurs. 
  No jogo de hoje a história foi diferente,  com uma grande estratégia e disciplina tática, os comandos de      
Popovich deram um baile. A estratégia ficou visível logo no inicio da partida, onde Marc Gasol e Zac Randolph sofreram uma fortíssima marcação, tirando-os do garrafão na tentativa de pegar rebotes ofensivos e deixando-os sem espaço para tentar arremessos e infiltrações. Na parte ofensiva, uma ataque misto foi utilizado intercalando jogadas de infiltração e arremessos do perímetro, visando confundir a defesa de Memphis. E realmente funcionou, visto a diferença conseguida no placar já no primeiro período (17 pontos), bem como os 14 arremessos convertidos em 29 tentados do perímetro, novo recorde para um jogo de pós-temporada.
   As ações ofensivas foram muito bem conduzidas por Tony Parker com 9 assistências e 20 pontos, além dele os "caras" dos três pontos foram Kawhi Leonard 18pontos (4 bolas de 3), Matt Bonner 12 pontos (4 bolas de 3) e Danny Green 16 pontos (3 bolas de 3). E o jogo coletivo dos Spurs fez diferença, com 28 assistências distribuídas nos 40 arremessos convertidos, com um aproveitamento de 70% das assistências. Até a metade do terceiro período Matt Bonner possuía 100% de aproveitamento dos arremessos do perímetro, o que ajudava muito na vantagem da equipe, a qual era de 16 pontos (73 x 57).
   No lado dos Grizzlies, apesar de muito marcado, Marc Gasol, o melhor jogador de defesa do ano, anotou 15 pontos e 7 rebotes, não sendo acompanhado pelos seus companheiros de equipe. Fato que decretou a derrota e um aproveitamento de 41,6% dos arremessos de quadra. Nessa terça-feira as franquias voltam a se enfrentar no AT&T Center no Texas. 
   
Postar um comentário