quarta-feira, 31 de julho de 2013

Playoffs à vista

A peça que faltava na reformulação do elenco
   Com uma boa série de contratações, a equipe do Detroit Pistons possui no momento o melhor plantel a disposição para competir na NBA desde o título da temporada 2003-2004. Após recontratar o veterano Chauncey Billups, o ala/pivô extremamente disputado, Josh Smith, agora contrata um dos bons armadores da liga, Brandon Jennings.
   Na noite passada o acerto foi confirmado, os Pistons pagarão para Jennings 24 milhões de dólares por três anos de contrato, além de terem enviado para Milwaukee Brandon Knight, que ficou famoso na liga após seu tompo em um crossover incrível de Kyre Irving no All Star Game e também pela "machadada" que tomou de DeAndre Jordan que foi eleita a jogada do ano e a enterrada do ano por canais esportivos americanos. Além dele, foram enviados também Khris Middleton e Viacheslav Krastov. 
   Para os Pistons, o melhor de todas as suas negociações foi o fato de não terem perdido seus atletas mais talentosos, os jovens pivôs, Greg Monroe e Andre Drummond. Brandon Jennings chega com boas médias, sendo elas de 17,5 pontos, 6,5 assistências e 1,6 roubos de bola por partida. O armador de 24 anos conseguiu levar os Bucks a duas séries de Playoffs, sendo varridos pelos campeões Miami Heat.
2004 o ano de ouro dos Pistons e o último de Playoffs
              
  
   No momento o que perdura na história recente dos Pistons, desde 2008, somente acumula campanhas com mais derrotas do que vitórias e um jejum de Playoffs desde 2004. Porém essa escrita muda esse ano, com o plantel que conseguiram montar até o momento e conseguindo realizar um bom trabalho os Playoffs são uma possibilidade alta. Com um bom quinteto ininicial, talvez um dos melhores da liga, a franquia de Detroit tem boas chances de retornar aos Playoffs e pelo menos almejar um título de divisão.
Postar um comentário