sábado, 3 de agosto de 2013

3 vezes não

   Rivalidades no mundo do esporte são corriqueiras e a NBA não é diferente, quem não lembra ou ouviu falar dos jogos entre Lakers de Magic Johnson e os Celtics de Lary Bird, os Bulls de Jordan e os Kniks de Patrick Ewing, entre tantas outras. Porém nas últimas temporadas uma nova rivalidade surgiu entre as franquias do Heat, atuais bi-campeões e os Bulls, que infelizmente perderam para a equipe de Miami nas últimas duas temporadas.
   Ontem um atleta apimentou essa rivalidade, o que me deixou muito feliz como torcedor dos Bulls. O ala/armador Jimmy Butler afirmou em entrevista que, a equipe da Cidade dos Ventos fará tudo possível para impedir o tricampeonato do Heat.  Quando questionado sobre a rivalidade com o Heat disse que é uma loucura, que o Heat são bicampeões e quando se fala em tricampeonato lembra-se dos Bulls, e isso não pode acontecer. 
   Os Bulls são potência da liga desde os anos 90, quando dominaram essa geração impulsionados por Michael Jordan, conquistando dois "three peat" (expressão americana para tricampeonato) entre 1991-1993 e 1996-1998. Em todos os títulos Jordan esteve presente e foi o cara das conquistas.  Nas últimas quatro décadas, apenas os Lakers de Kobe Bryant conseguiram igualar o feito dos Bulls de Jordan, sagrando-se campeões em 2000, 2001 e 2002. Além dessas franquias os Celtics, detentora do maior número de títulos, conseguiram a maior sequência de campeonatos somando oito títulos, entre os anos de 1959 e 1966.
   A rivalidade entre Bulls e Heat é nova, mas como instaurou-se na NBA um espírito de "Beat the Heat" (vença o Heat), os últimos confrontos tornaram-se ríspidos e muito físicos, com algumas confusões. Porém tratando-se de Heat, confusões são comuns que o diga os Celtics, outra rivalidade moderna., que sempre acaba com alguns jogadores excluídos da partida. Os "heaters" esperam que o tricampeonato não aconteça, e me enquadro nessa linha de pensamento, mas não odeio o Heat, apenas quero que a história se mantenha com franquias de tradição e que merecem suas sequências vitoriosas.  
   
Postar um comentário