sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Tuilleadh Cispheil !!!!

Não, não fiquei louco nem desaprendi a escrever. O titulo "Tuilleadh Cispheil" é gaélico para ''Mais Basquete'', e para aqueles que não tem intimidade com a cultura, é uma das línguas oficiais da irlanda, país do qual eu, Gabriel Solé, estarei atualizando os leitores brasileiros a respeito do que ocorre no basquete europeu. 

A ideia toda não é postar sobre as equipes principais que todos conhecemos. Mas mostrar o basquete europeu que não está nos holofotes: a base, o treinamento, a estrutura, as pessoas e suas histórias dentro deste esporte maravilhoso. O primeiro passo vai ser escrever sobre o basquete da irlanda que é o país do qual tenho acesso por enquanto. Vou falar sobre as equipes, a estrutura e o campeonato nacional. Nessa semana, foi iniciada a pré-temporada, e pra minha surpresa consegui participar do treino de uma equipe que disputará a primeira divisão irlandesa. 

O contato se deu através de emails. Estes, foram encontrados por mim pelo site www.basketeballireland.ie. Contei minha história, minha experiencia e fui convidado para participar do treino. 


Primeiras impressões

Na Irlanda o basquete não é profissional, atletas e comissão são voluntários e recebem no máximo apoio para ginásio e viagens. A equipe da qual fui treinar chama-se TBC (lembra alguma coisa?), que significa templeogue basketball club, isso por causa da região onde ela se localiza que chama-se templeogue. Quanto a parte técnica, para um time de nível nacional deixa muito a desejar. É um basquete corrido, desorganizado e a equipe é baixa. Com certeza já enfrentei equipes juvenis que bateriam a TBC com alguma facilidade. O treinamento foi divido em controle de bola com duas bolas e obstáculos, contra-ataque voltando 2x1 e 3x2, arremesso de meia distância e jogos 3x3, 5x5. Nada diferente do que estamos acostumados, na minha opinião, qualidade e fundamento deveriam ser incorporados a quantidade e velocidade. Abaixo seguem dois videos da simulação de disputa oficial.


video

Ponto positivo: É muito divertido treinar nesse ginásio, como da para ver nas fotos e videos ele é no estilo ''high school'', o que é um grande atrativo para quem gosta de treinar com estilo. Além disso, receber ordens e conversar em inglês durante o treino tem la seu charme, da pra se imaginar por um segundo na NBA.

video



Quanto a mim, bem, temos mesmo que falar disso? ok, ok !! Sabe quando termina o aquecimento e tu pensa algo parecido com ''meu deus, era só o aquecimento!!!!''? Pois é! Comecei muito bem, mas na parte de arremessos de meia distância já não sentia minhas pernas, só sentia a pizza que havia devorado na noite passada. Quando tinha que correr pra fazer o 8 e atacar 3x2, minha cabeça não pensava, se arrependimento matasse eu nunca teria sedentarizado a minha vida. Mas, pra minha contentação, e por coincidência, outro brazuca estava la no seu primeiro dia também, e aparentemente, em condições iguais ou piores que a minha. Ele é paulista e jogou no são bernardo até o juvenil e, assim como eu, parou de treinar em 2008. Dessa forma, e nada mais justo, fomos convidados a jogar a segunda divisão do nacional e dependendo da nossa evolução, que honestamente não precisa ser muita, poderemos subir para o time principal. 

Por hora me despeço, espero que apreciem a leitura, e podem mandar dúvidas também, mas já respondendo uma, basqueteiros que quiserem vir para a irlanda e jogar, oportunidades não faltarão. Ainda não decidi a equipe que vou jogar, recebi mais respostas e vou conhecer as equipes, postar, e depois tomar um rumo. Depois disso, a ideia e expandir para clinicas e quadras de rua da europa toda. Espero que tudo de certo e nunca esqueçam, sempre Tuilleadh Cispheil !!!



Postar um comentário