segunda-feira, 18 de agosto de 2014

O rei dos três pontos

Finais de conferência, dunk de Ray Allen
   Depois de um tempo viajando a trabalho volto a ativa, hoje falarei sobre um dos melhores jogadores da liga e que com certeza será do Hall da Fama em alguns anos. O nome do cara é Walter Ray Allen Jr, maior cestinha da história da liga em bolas de três e duas vezes campeão da NBA, em 2008 com os Celtics e 2013 com o Heat.
   O jovem filho de militar, começou sua carreira na escola Hillcrest de Dalzell, Carolina do Sul, onde liderou a equipe de sua escola ao título estadual. Depois disso foi para a universidade, jogando de 1993 a 1996 pela Universidade de Connecticut, onde graças as suas atuações se tornou All American e foi nomeado o Atleta de Basquete do Ano, em 1995. Na sua última temporada, na temporada 1995/96, foi eleito para o time All American e ganhou o título de jogador do ano da conferência Big East, além de terminar a carreira universitária com o recorde de bolas de três em uma única temporada, com 115 cestas de 3 em 1995/96.
   Até esse momento Ray Allen era um jovem, que provavelmente seria um astro e no ano de 1996 foi draftado na quinta posição, pelo Minnesota Timberwolves e trocado para o Milwaukee Bucks. O ala de 1,96 m enquanto atleta dos Bucks, liderou a sua equipe até as finais da NBA de 2001, perdendo para os Sixers de Allen Iverson. No ano de 2003 foi trocado para o Seattle SuperSonics, onde teve sua melhor temporada no ano de 2007, onde alcançou sua melhor marca de pontos na carreira, com média de 26.4 pontos por jogo. Depois disso foi para os Celtics, onde conseguiu seus maiores feitos na liga, alcançando o título da NBA e tornando-se o maior cestinha de bolas de três da história (em 2011 passando Reggie Miller), quebrou ainda o recorde de bolas de três em uma única partida da final da NBA com 8/11, em 2010 contra os Lakers. 
Astro da liga, lenda dos três pontos
   Ray Allen foi para o Heat em 2012, não jogando por muito tempo e sem muita força expressiva. Porém, foi fundamental para a conquista do título de 2013, quando no jogo seis contra os Spurs fez a cesta da vitória e forçou o derradeiro jogo sete. O craque da NBA já não é mais aquele jogador, mas para quem está com 39 anos joga muito bem vindo do banco, continua sendo o cara das bolas de três e é com certeza um dos melhores alas da história, sem dúvidas o melhor arremessador de três. Assim como no último post, já falo com saudosismo, mesmo sabendo que Ray Allen anunciou que jogará essa temporada, provavelmente a sua última, porém ainda não tem um clube definido. Pode ser que fique em Miami, que vá para Cleveland junto com Lebron, tido como a escolha mais provável.
   De certa forma o que interessa mesmo e ver essa lenda jogar, temos mais uma temporada de lições de como jogar basquete e a oportunidade de acompanhar os últimos passos de uma lenda. Aos que puderem vão ao Rio, vão e assistam esse monstro jogar, pelo Heat ou Cavs.
Postar um comentário