quinta-feira, 16 de outubro de 2014

O retorno²

O MVP mais jovem da história renasce nessa temporada
   A temporada da NBA nos guarda muitas angustias, quem será o campeão, o novato do ano, o MVP, mas algo a mais anseia os fãs do melhor basquete mundo, dois retornos. Nessa pré-temporada podemos acompanhar Derrick Rose e Kobe Bryant atuando por suas equipes, jogando bem e aparentando estarem saudáveis, será que vão estar em alto nível?
   Hoje faço uma análise das atuações até o presente momento e o que podemos esperar dos dois astros para essa temporada. Começarei falando do Derrick Rose, jovem astro do Chicago Bulls, volta depois de praticamente dois anos sem jogar, recuperado de uma lesão em cada joelho participou do campeonato mundial de basquete e jogou mal, aparentava estar fora de ritmo, pesado e errando muitos arremessos. Após suas atuações no mundial, pensei que poderia ser o fim de uma carreira de sucesso, porém Rose encontrou seu jogo e está atuando cada vez melhor, como se nunca tivesse se lesionado. Rose tem jogado com a mesma explosão e velocidade de sempre, sua pior partida foi contra os Pistons onde anotou apenas cinco pontos e uma assistência, mas mantem na pré-temporada médias de 14 pontos e 5 assistências por jogo em dezessete minutos e meio. 
   O que podemos esperar de Rose? Se conseguir manter-se saudável e jogando no nível em que está, considerando que jogue trinta minutos por partida, aliado ao grupo que tem ao seu redor levará os Bulls aos playoffs, mas ainda é cedo para se falar em título (pouco provável). Podemos esperar o mesmo jogador de sempre, com infiltrações, bandejas e enterradas de muita explosão e com a mesma vontade de sempre. 
Black Mamba volta com tudo para sua 19° temporada
   Quem também retorna as atividades é Kobe, o maior astro da liga na era pós-Jordan está com força máxima e recuperado de uma ruptura do tendão de Aquiles. O ala de 36 anos vem com força máxima, para quem quiser confirmar o que digo, existem inúmeros vídeos do astro nos treinos como se nunca tivesse se lesionado, acabando com seus marcadores e dando muitas dicas a seus novos companheiros. Nessa pré-temporada vem jogando bem e mostrando que ainda esta em forma, continua com seus passes fantásticos, arremessos precisos e crossovers de quebrar a espinha. Kobe tem uma média de 11 pontos em 22 minutos por partida, pouco perto do que consegue normalmente na liga, mas provavelmente esteja se poupando. Além disso, Kobe tem a dura missão de reerguer os Lakers que vem mal a alguns anos, talvez com Randle e Boozer a temporada seja melhor.
   O que nos aguarda de Kobe nessa temporada? Se conseguir manter sua média de pontuação da carreira (25.5 pontos por jogo) seguindo o calendário, Kobe conseguirá passar Jordan no ranking de maiores cestinhas de todos os tempos, e o melhor contra os Bulls em Chicago. Como amante do basquete espero que isso aconteça, ver um cara como Kobe superar as marcas de Jordan é impressionante. Torço para que o mesmo se mantenha saudável e jogue por mais algumas temporadas, isso é o que torna a NBA a melhor liga de basquete do mundo, além de seus atletas que jogam em altíssimo nível, temos essas lendas vivas que jogam e os novos astros que chegam para brilhar.
Postar um comentário