quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Má fase?

A fase não é boa, mesmo assim Kobe fez 39 pontos ontem
   
   Dois times da NBA, os de maiores tradição por assim dizer, os maiores campeões da liga, passam por um momento péssimo que dura 4 anos e parece não ter fim. O que esta acontecendo com Lakers e Celtics?
   O que estamos vivenciando é um reflexo, talvez, da administração das franquias que não conseguiram manter bons plantéis e isso reflete dentro da quadra. Para duas equipes tradicionais na liga e que a dominaram nos anos 60, 70 e 80, e voltaram a brilhar nos anos 2000 com os Lakers em 2000,2001,2002, 2009 e 2010 e os Celtics em 2008. Depois disso a coisa ficou feia, seus astros ou saíram do time como Kevin Garnet, Paul Pierce e Ray Allen, se lesionaram como Kobe, Nash, Rondo, o que é culminante para resultados adversos e períodos turbulentos. 
Retornando a temporada mas com uma equipe fraca
   O problema é que esse período já dura quatro anos ou mais, as equipes tão vitoriosas tem amargado somente olhar os Playoffs e ter temporadas irregulares com mais derrotas que vitórias ou com poucas vitórias a mais. Tanto que o momento é de recorde negativo, os Lakers enfrentam o seu pior momento da história, começando uma temporada com 0-5, perdendo todos os jogos e com pelo menos três vexames. Para os Celtics não anda tão ruim, mas para bom não serve, são 2 derrotas e 1 vitória em 3 jogos, e como nas temporadas passadas já apresentam uma irregularidade nos jogos, variando de partidas maravilhosas a jogos absurdamente fracos.
   Com esse retrospecto e nesse patamar, o que pode salvar e acabar com esse período? Não podemos dizer quando vai ter fim essa fase, sabemos que algumas coisas ajudam, por exemplo, boas escolhas no draft como Marcus Smart (Celtics) e Julius Randle (Lakers), ambos bons atletas universitários e com um futuro promissor para a NBA, podem ser uma chave para o renascimento das equipes. Infelizmente, Randle está de molho por uma fratura na tíbia, algo em torno de um mês, quem sabe sua volta não melhora os Lakers? A outra alternativa que muitas franquias fizeram (Nets, Bulls, Knicks), é a de montar uma equipe em função de um atleta, mas com consistência suficiente para chegar a Playoffs e ser forte o suficiente para disputar a liga. Essa ação é a de resultado mais imediato, podemos ver isso com os Rockets após a chegada de James Harden para compor o elenco com D12. Parte de ma boa administração e um bom poder de persuasão nas trocas.
   Aparentemente a fase dos Lakers e Celtics não é boa, mas pode melhorar, talvez demore, mas passa.
   
Postar um comentário