terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Que fase

Melo não entende o que acontece na temporada 2014/2015

   Uma das equipes mais tradicionais da NBA e do mundo do basquete, que joga no templo do esporte vem muito mal das pernas e vive o seu pior momento na história. Se não bastasse a má fase, hoje dois bons jogadores foram trocados e sua super estrela pode ficar fora da temporada por lesão no joelho. Já sabem de quem falo né?
   Hoje em dia esta difícil torcer para os Knicks, provavelmente Spike Lee queira se matar ou pelo menos sinta muita vergonha do que tem visto, uma franquia tão forte e tradicional jogar da forma quem vem jogando é absurdo. Obviamente que vão culpar o técnico novato, mas Derek Fisher tenta implantar o sistema tático mais vencedor da história (o triângulo ofensivo de tex Winter, que foi aperfeiçoado por Phil Jackson e lhe deu 11 anéis de campeão) e que requer muito dos jogadores para uma execução precisa e que de resultados. 
   Infelizmente os Knicks são o pior time da NBA, com 32 derrotas e apenas 5 vitórias, e perdendo algumas partidas por 20 pontos de diferença ou mais, isso sem falar nas péssimas atuações do astro Carmelo Anthony, o ala tem médias de 23.9 pontos e 6.6 rebotes por partida, números abaixo da média de sua carreira. Porém compreensíveis, Melo está jogando sozinho em Nova Iorque, tem que carregar o piano nas costas e tocá-lo ao mesmo tempo e isso o sobrecarrega. Honestamente não me recordo de uma equipe dos Knicks tão fraca, a mais próxima dessa campanha é a de 2005/2006 que terminou com 23 vitórias e 59 derrotas, comandados na época por Steve Francis, Jalen Rose e Anfernee Hardaway, todos já bem veteranos na liga. Mas a de 2014/2015 de longe vai bater esse recorde negativo.
   Vejo que os Knicks estão passando por uma má administração, assim como Celtics e Lakers, e na tentativa de liberar espaço para novas contratações mandou embora dois bons atletas, Iman Shumpert e J.R. Smith, o que para mim é só a gota final na pior temporada da história dos Knicks. Espero sinceramente que recuperem em alguns anos o bom basquete e a garra de sempre, e voltem a jogar um basquete de alto-nível e cheguem aos playoffs. 
Postar um comentário