domingo, 26 de abril de 2015

Jogo 4: Bulls x Bucks

Duelo decidido pelo camisa 19 do Bucks
   A vassoura foi guardada, mas a vantagem ainda é do Bulls, infelizmente perderam um jogo atípico ontem e com um erro bizarro de Derrick Rose.
   Em mais um jogo equilibrado na noite passada, o Chicago Bulls foi a Milwaukee e perdeu o primeiro jogo da série, perdendo também a chance de eliminar o Bucks. Jogando com muita força e vontade de fechar a série, o Chicago Bulls dominou o primeiro período e jogou demais, abrindo vantagem de quatro pontos ao fim desse período, 23 a 19. No segundo período os comandados de Jason Kidd conseguiram emparelhar o jogo e chegaram a liderar o placar, mas contando com um Jimmy Butler inspirado os Bulls conseguiram ira para o intervalo igualados no placar, 50 a 50. O detalhe é que Butler havia anotado até o momento 23 pontos, quase o mesmo que toda a equipe de Chicago.
   No segundo tempo as coisas esquentaram, Bucks entraram forte e como em jogos anteriores uma pequena confusão aconteceu. Desta vez foi entre Aaron Brooks e Jerryd Bayless, em um lance fora da bola, Brooks deu uma cotovelada no peito de Bayless que revidou com um empurrão e partindo para cima do armador do Bulls, o clima esquentou e os árbitros e demais atletas interviram. Pouco antes, O. J. Mayo havia feito uma falta antidesportiva de grau 1 em Taj Gibson, empurrando o ala/pivô enquanto tentava enterrar, o mesmo caiu de mal jeito mas não passou do susto. A partir desses momentos o jogo ficou tenso, com muita força na marcação e muitos erros dos dois lados, Bulls desperdiçaram 26 bolas o dobro do Bucks com 13. Além disso, nesse jogo Bucks aproveitou melhor as segundas chances de arremessos, o que fez diferença no final. 
Pegado como todos jogos
   O jogo foi se mantendo parelho até 1.3 segundos do final, quando Bucks tinha um lateral no ataque a cobrar e num erro ridículo de Rose na marcação que não viu Bayless passar por suas costas, deixou o armador do Bucks receber e converter a cesta da vitória, final 92 a 90 para os donos da casa. Os Bucks tem chance? Claro que não, venceram um jogo e se escaparam da varrida mas não deve passar disso, mas para os Bulls esse jogo faz falta já que seu adversário das semifinais, Cleveland Cavaliers terá mais tempo para descansar.
   Os destaques foram, pelo Bulls, Jimmy Butler que quebrou o seu recorde de pontos em playoffs anotando 33 pontos e 7 rebotes e Pau Gasol com mais um duplo-duplo de 16 pontos e 10 rebotes. Pelo Bucks o destaque principal foi Jerryd Bayless com a cesta da vitória, e O. J. Mayo com 18 pontos e 4 assistências.
   Agora as equipes voltam a se enfrentar segunda (27), em Chicago com jogo transmitido as 21:00 pela ESPN, é jogo para encerrar a série e o Bulls confirmar o favoritismo, não percam.
Postar um comentário