segunda-feira, 6 de abril de 2015

O destino e o esporte

    Por diversas vezes acreditamos que podemos prever os acontecimentos, damos nossos palpites e algumas vezes o esporte quebra a nossa cara, um exemplo puro de sua imprevisibilidade aconteceu no sábado quando Winsconsin bateu a invicta e favorita ao título Kentucky. Mas essa não foi a primeira, e nem será a última vez, que esse tipo de coisa vai acontecer, hoje elenco aqui um top 5 das universidades favoritas ao título e que perderam jogos impensáveis.


Equipe forte que caiu no Sweet 16
   5° Lugar: Kansas Jayhawks, com uma equipe com atletas a nível de NBA, com boa estatura e bons arremessadores, Paul Pierce, Raef LaFrentz, Scot Pollard, Jerod Haase, Billy Thomas, Jacque Vaughn e Ryan Robertson. Uma equipe forte e que chegava aos Sweet 16 com 34 vitórias e apenas 2 derrotas, enfrentando a equipe de Arizona comandada por Mike Bibby e Miles Simon, que posteriormente seria a campeã do torneio.


2015-Cats
Surpresa da temporada
   4° Lugar: Kentucky de 2015, com um recorde perfeito de 38-0, uma equipe poderosa no ataque e na defesa, com sete atletas cotados para o Draft da NBA e que dominava todo e qualquer adversário até sábado, com uma marcação poderosa e com boa movimentação de bola e inteligência para atacar. Porém, perderam de Winconsin, que realmente jogou bem e que chegava ao Final Four novamente, já que haviam perdido nas semifinais do ano anterior. Com o melhor jogador do ano, Frank Kaminsky médias de 18.7 pontos e 8 rebotes na temporada, levando sua universidade .ao segundo Final Four seguido, chutando para quase 55% dos arremessos de quadra, sendo mais de 41% nos tiros de três, percentual altíssimo para um pivô, bateram a impecável Kentucky.


Ewing-at-Georgetown1
Mesmo com um futuro astro da NBA a derrota aconteceu
   3° Lugar: A imponente equipe de Georgetown de 1985, comandados por Patrick Ewing, contando com Reggie Williams e David Wingate, haviam sido vice campeões em 1982, campeões em 1984 e caminhavam para mais um título da NCAA, com um recorde de 35-3. Mas em seu caminho estava uma companheira de Big East, a qual já havia perdido duas vezes para Georgetown, a Universidade de Villanova que jogou a partida de sua vida e converteu 22 de seus 28 arremessos, levando o título da NCAA vencendo por 66 a 64.





   2° Lugar: North Carolina de 1984, comandados por Dean Smith, com um elenco composto por Kenny Smith, Sam Perkins, Brad Daugherty e Michael Jordan, vindos de uma temporada perfeita em sua divisão (14-0 na ACC), enfrentaram a equipe de Indiana pelo Sweet 16, e adivinhem? Mesmo tendo o elenco mais talentoso de sua história,o técnico Dean Smith viu seus comandados perderem para Indiana por 72 a 68, que dureza.


Fab Five
As derrotas mais surpreendentes
   1° Lugar: Michigan Wolverines, o Fab Five, para mim a equipe que chegou até as finais e perdeu que tinha tudo para ser campeã, até porque perdeu duas vezes nas finais. Em 1992, na primeira temporada de Jimmy King, Jalen Rose, Chris Webber, Ray Jackson e Juwan Howard, juntos, foram as finais da NCAA e perderam para Duke que era uma equipe bem organizada mas ainda assim foi surpreendente. Em 1993 o Fab Five chegou as finais novamente e sendo os favoritos disparados, com suas marcas seu estilo arrogante, seus calções largos e meias pretas, jogando muito e passando por cima de todos até o título, mas o que ninguém esperava seria a derrota para North Carolina e ainda mais do jeito que foi, com erros bobos nos segundos finais. Com certeza o Fab Five é o time que tinha tudo para vencer, duas vezes e o destino lhes enganou.
   Todos esses acontecimentos nos provam que o esporte é imprevisível, e isso o torna tal espetacular e atrativo, que seja sempre assim.
Postar um comentário