quinta-feira, 30 de abril de 2015

Olho nele

Super Estrela do futuro
   O futuro da NCAA e da NBA passa por esse cara, Ben Simmons, ranqueado como o melhor jogador do High School de 2014, foi convidado a ingressar na LSU e em Kansas, assinando com a primeira universidade. Tem um futuro promissor e deve ser o melhor jogador universitário desse ano, é um prospecto para o Draf da NBA de 2016 como primeira escolha, quem não conhece a fera eu apresento.
   Natural de Melbourne na Austrália, o basquete faz parte de sua vida desde pequeno, pois seu pai jogou e treinou basquete em Newcastle. Começou a jogar basquete aos sete anos na equipe sub-12 do Newcastle Hunter's, depois jogou mais dois anos por Lake Mcquaire antes de voltar para Melbourne aos 10 anos. Jogou futebol australiano e rugby, se destacando e ganhando prêmios antes de decidir se concentrar apenas no basquetebol, aos 15 anos. Em seu 9° ano jogou pela Box Hill Senior Secondary College no Campeonato das Escolas Australianas em 2011, antes de assumir uma bolsa de estudos no Instituto Australiano de Esportes no ano seguinte. Depois atuou seis jogos pelo Knox Raiders da Basketball Victoria D-League e ajudou a Austrália a conquistar a medalha de prata no Campeonato Mundial FIBA Sub-17 na Lituânia.
Australiano pode dominar na NCAA
   Em janeiro de 2013, Simmons se mudou para Florida, para jogar pela Montverde Academy, onde logo virou o dono do time. Em seu primeiro ano, ajudou a equipe a tirar 16 pontos de diferença para vencer o Torneio Nacional do Ensino Médio. Participou do Jordan Brand Classic e retornou a Austrália para jogar pelo Boomers Bulleen, onde teve em seis jogos médias de 12.3 pontos, 8.5 rebotes, 2.5 assistências, 1.3 roubos de bola e 2.3 tocos por partida. Seu segundo ano do ensino médio foi ainda melhor, obteve médias de 18.5 pontos, 9.8 rebotes e 2.7 assistências por jogo, com média de 69% de aproveitamento dos arremessos de quadra e 77% dos lances livres. Monteverde terminou a temporada com recorde de 28-0 e venceu novamente o Torneio Nacional contra Oak Hill no Madison Square Garden, e o destaque foi Simmons com 24 pontos e 12 rebotes, sendo nomeado o MVP. 
   Seu último ano foi perfeito, sua constante evolução chegou ao ápice, em novembro do ano passado assinou com a LSU para estudar e jogar a NCAA, foi eleito para a equipe leste do All American 2015, venceu o prêmio Morgan Wootten concedido ao melhor jogador All-American que exemplifica caráter excepcional, liderança e encara os valores de ser estudante-atleta em sala de aula e na comunidade. Tornou-se assim apenas o segundo jogador de uma escola da Florida a ganhar essa premiação. Ele foi nomeado Prep Naismith Player of the year e Gatorade National Player of the year, tudo isso por levar sua escola para o Torneio Nacional do Ensino Médio pelo terceiro ano consecutivo, com um recorde de 28-1, tendo médias de 28 pontos, 11.9 rebotes, 4.0 assistências e 2.6 roubos de bola, com 70.7 % de aproveitamento dos arremessos de quadra e 24 duplos-duplos. Foi novamente para a final do Campeonato Nacional do Ensino Médio, foi eleito MVP e campeão do torneio. Depois participou do Nike Hoop Summit 2015 pela Equipe Mundial, vencendo os Estados Unidos por 103 a 101.
   Ben Simmons tem um futuro promissor no basquetebol, é um ala/pivô de muita qualidade, com 2,08 m e 108 kg, é forte e atlético com muita facilidade em driblar e passar, qualidades que o diferenciam e o credenciam como o melhor atleta do ensino médio. Assinou com a LSU e vem para ser a o astro da NCAA, provavelmente será a primeira escolha da NBA em 2016, vamos ficar de olho na fera. Ao lado um vídeo de suas habilidades.
   
Postar um comentário