quarta-feira, 8 de abril de 2015

Rivalidade

   Mesmo depois de ser derrotado pelos Cavs no domingo, e praticamente entregar a coroa da Divisão Central, os Bulls estão confiantes de que podem ganhar de Lebron e cia nos Playoffs. 
   Após o jogo o pivô Joakim Noah, disse em entrevista a Nick Fridell da ESPN, que acha que são um grupo confiante e que seria ótimo enfrentar os Cavs, que seria emocionante e que é algo que espera que aconteça. Noah e Lebron tem uma longa história de amor, Noah disse odiar o Heat, e perdeu duas vezes para os mesmos na pós-temporada, aliás todos lembram da celebre discussão entre os dois em um lance-livre do King. Pois bem, no domingo ficou claro que o amor entre os dois permanece mesmo mudando de volta a Cleveland.
   Os companheiros de Noah seguem o seu pensamento, Myke Dunleavy disse em entrevista: "Nós ainda pensamos que podemos melhorar, mas se tivermos a oportunidade de enfrentá-los no caminho, sentimos que podemos jogar com eles". O All-Star Jimmy Butler ressaltou: "Acho que temos que passar por eles de qualquer maneira, eles são provavelmente os favoritos. Por isso, se quisermos mudar isso, nós vamos ter que bate-los".
   Noah esbanja confiança apesar de não, necessariamente, sentir que os Bulls levam vantagem em algum aspecto do jogo. Ele disse: "Se nós temos vantagem? Não tenho certeza, mas se tivermos a oportunidade e jogarmos com Cleveland eu ficaria muito feliz. Ficaríamos muito felizes como equipe para ser capaz de fazer isso". 
A dura marcação sobre Lebron
   Podemos ressaltar um aspecto que os Bulls pode levar vantagem, o físico. Levando em conta a reação que provocou em David Blatt no jogo de domingo, para ser uma boa maneira de equilibrar a série até um sétimo jogo. Blatt reclamou muito das ações dos Bulls contra Lebron, disse: "Você pode encostar em alguém no ar, desde que não o puxe para baixo. Na minha opinião isso é errado, a regra esta incorreta e quando você agarra um cara no ar, você esta colocando esse jogador em risco." Disse ainda: "Não importa o que você fala para alguém no jogo ou o que ele lhe diz. Para mim, e não quero voltar aonde estava antes, isso é falta flagrante, e pensei que em várias ocasiões, isso aconteceu com Lebron. Acho que algumas coisas foram fora do limite, realmente acho".
   Essa rivalidade vem crescendo desde as finais de conferência de 2011, quando os Bulls perderam para o Heat e Lebron era o astro. De lá para cá, muitas partidas bem disputadas e algumas confusões marcam o confronto dos Bulls com Lebron, independente da equipe que defendia, e isso tende a piorar. Se agora a tensão paira o ar imagina quando se enfrentarem nos Playoffs? Até o momento as equipes se encontrariam na segunda rodada, vamos torcer.
Postar um comentário