sábado, 23 de maio de 2015

Heróis do passado: Tim Hardaway

Um dos grandes armadores da liga
   Hoje a série heróis do passado fala sobre o maior Trash Talker da história, Tim Hardaway astro do Warriors e Heat, fez história na liga com seu jeito único de jogar basquete. 
   Hardaway começou sua carreira no mundo do basquete jogando por Carver High School, de Chicago. Em seguida foi para a Universidade do Texas, foi treinado pelo futuro Hall da Fama Don Haskins. Foi nomeado duas vezes MVP do Sun Bowl Invitional Tournement de El Paso, em 1987 e 1988, e jogou em duas equipes que chegaram ao torneio da NCAA em 1988 e 1989. Na UTEP ganhou o prêmio de melhor jogador do país com 6 pés de altura (1,83 m) ou menos, o Naismith Frances Pomeroy.
   Sua carreira na NBA começou em 1989, quando foi selecionado na 14° posição do Draft pelo Golden State Warriors. Com os Warriors fez parte do Run TMC, composto por ele, Mitch Richmond e Chris Mullin, como parte do ataque do Warriors ele foi responsável por acabar com um jejum da franquia, com seus passes excelentes e sua habilidade no um contra um, junto com um arrasador Richmond e os arremessos de Mullin. Os Warriors foram aos Playoffs em 1990, batendo os Spurs na primeira rodada, mas sendo eliminados pelo Lakers de Magic Johnson, nessa série Hardaway teve médias de 26.8 pontos, 12.8 assistências e 3.8 roubos de bola. Ele se tornou o segundo jogador mais rápido da história a alcançar 5000 assistências e 2500 roubos de bola, em 262 jogos, ficando atrás apenas de Oscar Robertson. Hardaway jogou para os Warriors até o meio da temporada 1995/96, quando foi trocado para o Miami Heat juntamente com Chris Gatling em troca de Kevin Willis e Bimbo Coles.
   Em sua primeira temporada pelo Heat, Hardaway jogou apenas 28 partidas, pois começou no meio da temporada, tendo médias de 17.2 pontos por jogo e 10 assistências. A temporada seguinte foi um sucesso, ele terminou em 4° lugar na corrida para MVP, foi eleito para o All NBA First Team e o Miami terminou com o melhor recorde de sua história, 61 vitórias e 21 derrotas. Nessa temporada Hardaway começou 81 partidas, com médias de 20.3 pontos, 8.6 assistências e 4° lugar na liga em bolas de três convertidas (203). Até 2000 Hardaway foi atleta do Heat, tendo temporadas mais produtivas, outras não, é o segundo maior passador da história da franquia, e ainda pelo Heat detêm a segunda maior marca de roubos de bola em uma partida de Playoffs (8).
   Após a temporada de 2001, em declínio de seu basquetebol foi negociado para o Dallas Maverciks, mas era um atleta que vinha apenas do banco para compor o elenco, no meio dessa temporada foi trocado por Nic Van Exel do Denver Nuggets. A franquia de Denver foi sua última, onde jogou e começou as 14 partidas que disputou, antes de sua aposentadoria para se tornar analista da ESPN. No ano de 2014 começou a trabalhar como assistente técnico do Detroit Pistons. 
   Detêm o recorde da NBA de pior desempenho em uma partida, com 0 por 17 dos arremessos contra o Timberwolves em 1991. Foi o 7° jogador da história a atingir a média de 20 pontos e 10 assistências em uma temporada, fazendo isso duas vezes seguidas em 1991/92 e 1992/93. É o líder do Miami Heat em bolas de três convertidas (806), teve seu número (#10) aposentado pela franquia em 2009. Aposentou-se com médias de 17.3 pontos, 8.2 assistências e 1.6 roubos de bola, foi 5x All Star, 1x All NBA First Team, 3x All NBA Second Team, tem sua camiseta aposentada pelo Heat e pela UTEP.
   Hardaway é conhecido como Mr Crossover, por sua incrível habilidade no um contra um, suas assistências precisas, bolas de três e claro, seu trash talk, ele foi o Rei do Trash Talk. Muitos caras sofreram com suas provocações, mas ele sabia jogar bola e foi um monstro das quadras, merece o nosso respeito.

Postar um comentário