sexta-feira, 26 de junho de 2015

TOP 5: análise das escolhas


   Como a maioria já deve saber, ontem a noite foi o Draft da NBA e nesse post vou dar meus pitacos sobre as cinco primeiras escolhas. Vamos lá.

Pick 1: Karl Anthony Towns para o Minnesota Timberwolves. Foi um escolha segura, nem ótima, nem uma surpresa, é um jovem atleta que tem um potencial enorme para crescer e ser um bom jogador da liga. Não sei se virá a ser um All Star, aparentemente não, mas é o jogador os Wolves necessitava, ao lado de outros bons jovens como Zach LaVine e Andrew Wiggins (Novato do ano), a franquia pode ressurgir nos Playoffs com o tempo. Se Towns vingar, ele pode vir a ser o substituto de Kevin Garnett.

Pick 2: D'Angelo Russell para o Los Angeles Lakers. A princípio esperava-se que Okafor fosse o escolhido, mas foi perfeita a opção por Russell, disparado o melhor armador disponível no Draft, vai melhorar em muito o ataque dos Lakers. Não podemos compará-lo a Magic, mas o último armador selecionado pelos Lakers virou uma lenda. Se conseguirem contratar LaMarcus Aldridge nessa off season, os Lakers já contam com um time titular de qualidade com Russell, Randle, Kobe e Aldridge, já dá para os torcedores ficarem mais alegres. Dos atletas do Draft esse é um dos que acho que vai ter sucesso na liga.

Pick 3: Jahlil Okafor para o Philadelphia 76ers. Uma escolha desnecessária na minha opinião, embora Jahlil Okafor seja um pivô quase perfeito, os Sixers já possuem jogadores para essa função e nos últimos dois Drafts selecionou atletas para a posição 5. Não entendo o porque de mais um pivô, seria melhor ter escolhido um ala ou armador, mas de qualquer forma, Okafor é um jogador pronto para a NBA, só precisa provar que consegue marcar caras maiores do que ele, algo que ainda não enfrentou em sua carreira. 

Pick 4: Kristaps Porzingis para o New York Knicks. A escolha mais surpreendente do Draft, o jovem foi vaiado pelos torcedores do Knicks presentes no Barclays Center. Mas eu acho que é uma aposta, o cara é um bom ala/pivô, arremessa bem, sabe driblar, bom marcador, eu vejo as vaias como uma falta de informação dos torcedores e desrespeito com o atleta, e como uma aposta do Phil Jackson. Porzingis tem tudo para dar certo na NBA, ele deve ser o próximo estrangeiro de sucesso da liga.

Pick 5: Mario Hezonja para o Orlando Magic. Uma ótima escolha, jogador completo, junto com Victor Oladipo tem tudo para reerguer a franquia. Mesmo com uma média baixa de pontos, rebotes e assistências (7.7, 2.0 e 1.0 respectivamente), o ala mostrou ser muito versátil e arremessa bolas de três com extrema facilidade, tem tudo para dar certo. 
Postar um comentário