quarta-feira, 26 de agosto de 2015

As 10 melhores escolhas de segunda rodada do Draft da década

Escolha de segunda rodada que joga em nível de primeira

   Existem muitos bons jogadores que jogavam muito na escola e na faculdade, mas isso não é o suficiente para impressionar os olheiros, assim, eles acabam sendo escolhidos na segunda rodada. Uma vez assinado com uma equipe tudo é possível, inclusive ter nível de jogo de escolha de primeira rodada.
   De Alex English a Manu Ginobili, a segunda rodada do Draft está pronta para produzir as estrelas mais surpreendentes. Abaixo uma lista com as 10 melhores escolhas de segunda rodada da última década.
   10° Khris Middleton: Foi selecionado na 39° posição do Draft de 2012 pelo Detroit Pistons. Depois de uma temporada mediana como novato, foi negociado para o Milwaukee Bucks onde tem intensificado o seu jogo. Durante as últimas duas temporadas teve médias de 12 pontos por jogo, e têm se tornado uma das peças ofensivas da equipe. Nesse Bucks cheio de promessas, o céu é o limite para Middleton.
   9° Louis Williams: Foi selecionado na 45° posição do Draft de 2005 pelo Philadelphia 76ers, Williams não teve muito tempo de jogo em suas duas primeiras temporadas. Na temporada 2007/08 teve médias de dígitos duplos em pontuação e se tornou um jogador para jogar como ala. Em sua segunda passagem como agente livre assinou com os Hawks e dois anos depois foi negociado para os Raptors, onde foi eleito o Sexto Homem do Ano com uma média de 15.5 pontos por jogo vindo do banco. 
   8° Chandler Parsons: Foi selecionado na 38° posição do Draft de 2011 pelo Houston Rockets e imediatamente provou que sua posição estava errada. Em sua temporada de novato teve médias de quase 10 pontos e 5 rebotes por jogo, sendo titular a maior parte do tempo. Depois de três temporadas produtivas em Houston, Parsons assinou com os Mavericks depois que os Rockets não quiseram igualar uma oferta. Em Dallas foi titular em todos os jogos que disputou e é uma das peças fundamentais da equipe.
   7° DeAndre Jordan: Foi selecionado na 35° posição do Draft de 2008 pelo Los Angeles Clippers, começou a receber um tempo de jogo em sua terceira temporada, começando a se destacar como um jogador mediano. Desde então, liderou a liga em percentual de arremessos três vezes e em rebotes duas vezes. Depois da novela com o Mavericks, que deixou todos perplexos, assinou com o Clippers por 4 anos e U$ 80 milhões, algo que não se espera de uma escolha de segunda rodada.
   6° Nikola Pekovic: Foi selecionado na 31° posição do Draft de 2008 pelo Minnesota Timberwolves e tornou-se um dos melhores pivôs da liga em sua segunda temporada, depois de aumentar muito sua produção. Depois de muitas temporadas com boa produtividade, se machucou e ficou de fora da maior parte da temporada 2014/15. Seu tempo de jogo será menor agora que os Wolves tem Karl-Anthony Towns, a primeria escolha de 2015, mas ele deve aproveitar cada minuto.
   5° Isaiah Thomas: Foi selecionado na 60° posição (última) do Draft de 2011 pelo Sacramento Kings. Você não espera que a última escolha do Draft anote 11 pontos por jogo na sua temporada de novato, mas Thomas provou ser tudo que os Kings precisavam. Ele, assinou com os Suns e foi trocado para o Boston Celtics, onde teve médias de 17.5 pontos por jogo em sua primeira aparição em Playoffs.
   4° Monta Ellis: Foi selecionado na 40° posição do Draft de 2005 pelo Golden State Warriors e na sua segunda temporada ganhou o prêmio de Jogador que mais evoluiu, com médias de 16.5 pontos. Em 2011 foi para o Bucks e dois anos depois foi para os Mavericks, onde obteve médias de 26 pontos por jogo na pós-temporada de 2015. Com a eliminação precoce dos Playoffs, ele assinou com os Pacers, e ele pode ser o melhor jogador da liga a não ser selecionado para um All-Star Game.
   3° Paul Milssap: Foi selecionado na 47° posição do Draft de 2006 pelo Utah Jazz. Ele intensificou seu jogo na terceira temporada e tem melhorando desde então. Ele foi nomeado All-Star em 2014 e 2015 e foi membro chave para a histórica temporada regular dos Hawks. Milssap é um bom arremessador, reboteiro e defensor e é atualmente um dos melhores jogadores da liga.
   2° Goran Dragic: Foi selecionado na 45° posição do Draft de 2008 pelo San Antonio Spurs, mas foi negociado imediatamente para o Phoenix Suns. Ele era uma opção de armador acima da média na temporada 2013/14, quando se tornou um armador de elite com médias de 20 pontos por jogo e recebendo o prêmio de Jogador que mais evoluiu. Ele agora joga para o Miami Heat e é uma das peças chave da franquia que está sendo montada para o futuro.
   1° Marc Gasol: Foi selecionado na 47° posição do Draft de 2007 pelo Los Angeles Lakers, mas foi trocado por seu irmão Pau, que levou a franquia para as Finais de 2008, 2009 e 2010. Mal sabiam eles que Marc se tornaria uma estrela e candidato a MVP antes dos 30 anos. Marc Gasol é a melhor segunda escolha da última década e uma das melhores da história.  Todo mundo dizia que ele foi escolhido por causa de seu irmão, mas ele está chegando a um nível de jogo que nem Pau alcançou.
Postar um comentário