quarta-feira, 16 de setembro de 2015

FIBA: mudança no calendário pode tirar astros das quadras


   Nada de Chris Paul, Austin Rivers, nem mesmo Lester Hudson, a equipe amerciana pode contar com jogadores da D-League para classificar a Copa do Mundo de Basquete de 2019.
   Na última sexta-feira (11) a FIBA anunicou um novo cronograma de qualificação para 2017, que contará com dois  dos quatro torneios de classificação, ocorrendo durante a temporada regular da NBA. Segundo Mark Woods da ESPN, isso foi desenvolvido com cooperação da NBA e da Seleção dos Estados Unidos, segundo Predrag Bogosavlej, diretor de esportes e competições da FIBA. 
   O conflito na agenda ocorrerá em novembro e fevereiro, forçando  equipe dos EUA a levar jogadores da D-League, do basquete internacional ou das universidades, em vez dos astros da NBA. Para a seleção norte-americana, conseguir uma vaga na Copa do Mundo não deve ser muito difícil, mesmo sem suas estrelas. A equipe que disputar o torneio só precisa ficar entre os 7 primeiros colocados nas Américas para garantir a vaga, e a Copa do Mundo ocorre no momento em que os astros da NBA estão em sua off-season. 
   Outras ligas de basquete estão dispostas a parar a temporada no meio para a competição, mas a NBA vai na contramão dessa proposta. Além dos Estados Unidos, equipes como Canadá, Itália, Espanha, França serão afetados com a mudança, já que dispõe de pelo menos três jogadores da NBA em suas seleções.
   Predrag Bogosavlej disse sobre as alterações: "Ao fazer a mudança no sistema, é uma escolha entre ter os melhores jogadores da NBA em nossos torneios finais ou não". Então pra que mudar?
Postar um comentário