terça-feira, 15 de setembro de 2015

Lakers vai aos Playoffs diz D'Angelo Russell

Novato sonhando alto para sua primeira temporada

   D'Angelo Russell está confiante que os Lakers vão chegar aos Playoffs, isso é evidente nos passes com salto, nos crossovers, nos arremessos em pull-up e nos pick and rolls. O destaque de Ohio State, cuja combinação de explosão e consistência fizeram dele a 2° escolha do Draft de 2015 e a mais nova estrela dos roxos e dourados, Los Angeles Lakers. Ele teve um começo áspero na NBA, acertando apenas 37,7% dos arremessos de quadra em sua estréia com os Lakers na Summer League, anotando mais turnovers do que assistências durante a estadia em Sin City. Mas isso não impediu o jovem de 19 anos de Louisville, em pensar alto na sua primeira temporada na liga de acordo com Alex Kennedy do Basketball Insiders.
   Enquanto alguns novatos podem duvidar de si mesmos ou sentirem-se sobre pressão extrema, Russell esta confiante e prevê que terá uma temporada monstruosa. Por exemplo, quando perguntado se vencer o prêmio de Novato do Ano é um dos seus objetivos para a próxima temporada, ele respondeu como se a resposta fosse óbvia.
   "É claro. Eu tenho trabalhado todo o verão para me colocar nessa posição".
   Tanto quanto as metas que equipe buscar alcançar, Russell garante essencialmente que os Lakers vão chegar aos Playoffs nessa temporada. 
   "As expectativas são altas. Mas esse plantel do Lakers definitivamente vai ser uma equipe de Playoff".
   Será uma escalada bem alta, já que, para uma equipe como os Lakers que vem de 48-116 nas últimas duas temporadas e chegar entre os oito da Conferência Oeste, que é extremamente competitiva, tanto que o Oklahoma City Thunders ficou de fora com 45 vitórias da pós-temporada passada. Isso é essencialmente verdadeiro se considerarmos que, duas equipes que fizeram os Playoffs ano passado estão um passo atrás (Dallas Mavericks rejeitado por DeAndre Jordan e Portland Trail Blazers em reconstrução), o Thunder terá de volta "o melhor jogador do mundo" (como se intitulou Kevin Durant), Utah Jazz tem objetivos de dar um passo a frente depois de um bom final de temporada e o Phoenix Suns pode ostentar um esquadrão mais forte, desde que resolva os problemas de seu ala/pivô titular.
   Não podemos falar em colocar uma ou duas peças novas no elenco e impulsionar a equipe para o topo da tabela, os Lakers na temporada passada ficou em 23° das 30 equipes da liga em eficiência ofensiva e tinham a segunda pior defesa da liga. Muita coisa precisa melhorar em um curto espaço de tempo, para fazer os Lakers sair da parte de baixo da tabela e tornarem-se um contender dos Playoffs. Dessa forma, os Lakers procuram melhorar as coisas, e voltar a ser uma equipe competitiva. A chegada de Roy Hibbert, que foi muito difamado em seus últimos dias com os Pacers, deve fornecer uma base sólida para a defesa e uma organização, capaz de apagar os erros cometidos pela defesa do perímetro aberta, e dificultar a chegada até a cesta. O novato Russell, segundo anista Jordan Clarkson e o veterano da Euroliga Macelinho Huertas, oferecem uma mistura intrigante de talento para criação de jogadas. 
   Não existem muitas vagas sobre o perímetro, com a volta do saudável Kobe Bryant, juntamente com Nick Young e o Sexto Homem do Ano, Lou Williams. A excitação para ver na quadra Julius Randle, a escolha de 2014 no Draft que fraturou a perna em seu primeiro jogo como profissional, deve compartilhar a posição com o veterano Brando Bass, e Ryan Kelly supostamente um cara que abre espaços na quadra e o novato Larry Nance Jr. Os Lakers de 2015/16, no papel, parecem uma equipe melhor, mais intensa e talentosa que no ano passado. E Russell não é o único alardeando que os Lakers podem chegar aos Playoffs.
   KUPCHAK: "É um pouco cedo, mas eu diria que sim. Digo isso analisando os elencos do Oeste. Tanta coisa aconteceu nos últimos três ou quatro jogos. Eu estive mais preocupado com a nossa equipe. Eu quero ver quem está melhorando e quem não melhorou, o tipo de projeto e dizer: 'Quem vai estar no TOP 8?' Eu não vejo porque não lutar por uma vaga nos Playoffs, mas nossos jovens tem de evoluir durante os anos e temos de permanecer saudáveis".
   KOBE: "É claro que pode. Com certeza. Nós temos jogadores talentosos em suas respectivas posições. Temos alguns jogadores realmente jovens. Como exatamente as peças do quebra-cabeça se encaixam? Realmente não sabemos. Nós vamos juntos para o acampamento de treinamento e tentamos juntar tudo juntos, como qualquer equipe faz. Temos que descobrir quais são os nossos pontos fortes, e quais são as nossas fraquezas. E toda vez que entramos na quadra tentamos esconder nossas fraquezas e intensificar nossos pontos fortes".
   Podemos notar que todos nos Lakers estão confiantes, Russell como novato está transbordando confiança, mas mesmo ponderado, Kobe e Kupchak acreditam na equipe. Eu torço para que eles voltem a elite do basquete, por toda a tradição que têm em seu passado vitorioso, mas não acho que será nessa temporada ainda. 

Postar um comentário