domingo, 10 de abril de 2016

Heróis do passado: Walt Bellamy

Lenda da Universidade de Indiana
   Hoje nossa série relembra a história de um ícone dos anos 60, um pivô que dominava os garrafões e conseguia se impor na liga contra Chamberlain, Russell e companhia. Um grandalhão que fez sucesso no Chicago Packers e posteriormente New York Knicks, hoje relembramos Walt Bellamy.
   Bellamy começou sua carreira no basquetebol jogando na J.T. Barber High School, em New Bern, Carolina do Norte, depois indo jogar na Universidade de Indiana. Com os Hoosers fez história, com o maior número de rebotes na carreira universitária com 1087 em apenas 70 partidas, uma média de 15.5 rebotes por jogo. Além disso, teve médias de 20.6 pontos e 51,7% de aproveitamento, em seu último ano teve médias de 17.8 rebotes por jogo, ainda o recorde da Universidade de Indiana. Ele tem o recorde de maior número de rebotes em uma temporada, 649 e e maior número de duplos-duplos na carreira 59. No seu último jogo universitário, estabeleceu um recorde de Indiana e da Conferência Bug Ten em rebotes que persiste até hoje, quando pegou 33 rebotes contra Michigan. 
   Bellamy foi selecionado para a equipe olímpica de 1960, campeões invictos com uma equipe composta por 10 jogadores oriundos do basquetebol universitário. A Seleção Americana contava com Jerry West, Jerry Lucas, Oscar Robertson, entre outros.
Ao lado de Witl Chamberlain em sua primeira temporada
   Em 1961 começou sua carreira profissional quando foi a primeira escolha do Draft, o pivô foi selecionado pelo Chicago Packers e chegou mostrando serviço. Em sua primeira temporada teve médias de 31.6 pontos e 19 rebotes, sendo considerada uma das três melhores temporadas de novato da história, juntamente com Chamberlain e Robertson, teve a segunda melhor média de pontos e a terceira melhor em rebotes para um novato. Foi eleito o Novato do Ano, tornando-se o primeiro Hoosier a ser 1° escolha do Draft e Novato do Ano.
   No seu primeiro All-Star Game anotou 23 pontos e pegou 17 rebotes. A equipe de Chicago tornou-se o Baltimore Bullets, onde Bellamy atuou por quatro temporadas com médias de 27.6 pontos e 16.6 rebotes. Depois disso ele foi negociado para o New York Knicks, onde atuou por quatro temporadas com médias de 18.9 pontos e 13.3 rebotes. Na temporada 1968/69 foi negociado para o Detroit Pistons e devido a jogos de compensação no acordo entre as equipes, ele detêm o recorde da NBA de partidas para uma temporada 88, 35 partidas pelos Knicks e 53 pelos Pistons. 
Hawks uma das equipes em atuou por mais tempo
   Atuou pelo Atlanta Hawks em cinco temporadas, de 1969 a 1973 onde teve médias de 15.6 pontos e 12.2 rebotes, antes de se aposentar em New Orleans, onde atuou apenas em uma partida. Bellamy deixou a NBA com médias de duplo-duplo na carreira e como um dos grandes pivôs que já passou pelas quadras. Ele foi 4 x All-Star, o Novato do Ano de 1962 e 1 x All-NBA Segundo Time, mesmo sendo um grande reboteiro nunca foi membro de um primeiro time da NBA. Terminou sua carreira com médias de 20.1 pontos e 13.7 rebotes, além disso, é membro duas vezes do Hall da Fama, em 1993 por seus feitos individuais e em 2010 como membro da equipe olímpica de 1960, fica aqui nossa homenagem.

Postar um comentário