terça-feira, 28 de junho de 2016

Ingram = Durant?

18 anos, 2° escolha do Draft e comparado a Kevin Durant

   Ser calouro na NBA nunca é fácil, ainda mais quando se é uma dos primeiras escolhas do Draft. Brandon Ingram chegou a NBA como a 2° escolha, para defender um dos times mais tradicionais, senão o mais tradicional, Los Angeles Lakers e já é comparado a Kevin Durant logo de cara.
   As comparações com KD vão além de sua forma física, as habilidades e estilo de jogo de Ingram lembram muito as de Durant e, se bem trabalhado, tem potencial para ser um grande nome da liga. O jovem de 18 anos, completa 19 em setembro, tem 2,06 m e pesa 86 kg, tem habilidades impressionantes e foi muito tempo cotado para ser a primeira escolha. Ingram jogou em Duke com médias de 17.3 pontos, 6.8 rebotes e 2 assistências por partida, acertando 41% das bolas de três pontos, com 42% de aproveitamento dos arremessos de quadra principalmente com arremessos catch and shoot, com uma mecânica rápida e consistente, muito inteligente em movimentações sem a bola e em encontrar espaços na quadra. Possuí um incrível manejo de bola para altura, um grande potencial como criador de arremessos e bom em arremessar após o drible. 
   Infelizmente ele é muito magro, precisa ganhar massa muscular para tornar-se uma ameaça ainda maior, muitas vezes ele era forçado por jogadores mais fortes para longe de suas zonas de conforto. Precisa melhorar seu arremesso após o drible, que possui um aproveitamento de apenas 32%. Sobre a sua defesa, ele será fundamental para o Lakers, com seu tamanho e sua velocidade em deslocamento lateral, ele é capaz de marcar jogadores das posições 2 a 4 e até mesmo alguns armadores em pressão. Apresenta um grande potencial para rebotes, tanto de ataque como de defesa, sabe posicionar-se e utiliza sua altura e envergadura da melhor maneira possível. Nos tempos de Duke ele melhorou sua consciência defensiva, mas não sabemos a sua capacidade em marcar uma equipe com um ataque melhor, ele é um grande competidor mas não podemos dizer se ele será competente a cada noite.
   Ingram tem um jogo muito bom, suas habilidades e movimentações na quadra são rápidas e sutis, ele realmente pode ser um pilar para reerguer o Lakers. Juntamente com Julius Randle e D'Angelo Russell, o futuro dos Lakers parece ser muito promissor, se conseguirem adicionar ao elenco um bom agente livre, podem pensar em voltar aos Playoffs, talvez ainda esse ano dependendo de como as coisas forem. Não digo que ele vai ser o no novo Kobe, mas apresenta potencial suficiente para tornar o Lakers uma equipe competitiva novamente, pode demorar algumas temporadas, mas não é impossível.
Postar um comentário