terça-feira, 23 de agosto de 2016

Dream Team: imbatíveis


   Toda vez que chegam os Jogos Olímpicos todos ficam eriçados para ver o "Dream Team" em ação. É bem verdade, que para mim, o único Dream Team foi o primeiro, lá de Barcelona 1992 e que esse não tem comparação com nenhuma possível geração de craques, ou seleções que defendam os USA nas competições olímpicas.
   Patrick Ewing, há dois dias atrás, deu uma entrevista e respondeu alguns questionamentos de Jason Concepcion do The Ringer. Poderia alguma edição do Time USA bater o Dream Team?
   Perguntado se qualquer equipe olímpica do Pós-Dream Team, incluindo este, poderia, não ganhar de vocês, mas dar um jogo pelo menos?
Ewing: Não, não.
Nenhum deles poderia chegar perto?
Ewing: Talvez eles pudessem chegar perto, mas nenhum deles nos venceria.
Em uma série de sete jogos, eles poderiam vencer um jogo?
Ewing: Eles conseguiriam uma vitória. É isso aí.
  Essa equipe que disputou os Jogos Olímpicos de 2016 poderia até engrossar o caldo, mas acho que não ia dar nem pro cheiro do Dream Team de 92. De todas equipes montadas, talvez a de 2012 e de 1996, poderiam dar um jogo em parelho, mas ainda assim não seriam páreos para tamanha genialidade envolvida em uma única equipe.
   O Dream Team foi a primeira equipe da história com jogadores profissionais a participar dos Jogos Olímpicos, e todos os seus atletas foram incluídos no Hall da Fama. Eles simplesmente demoliram todos os adversários, vencendo com uma média de 44 pontos de diferença por partida, com a maior diferença de 68 pontos contra Angola, bateram a nossa seleção por 44 pontos e na final bateram a Croácia por 32 pontos.
   Assim como Ewing, acredito que nenhuma equipe no basquete poderia vencer o Dream Team,um elenco que tem Michael Jordan, Scottie Pippen, Larry Bird, Magic Johnson, Karl Malone, Charles Barkley, John Stockton, entre outros, é imbatível, simples assim. O único Dream Team da história é o de 1992, nenhum será comparável, nenhum será maior e muito menos melhor.
Postar um comentário