segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Heróis do passado: Paul Arizin

De Villanova para a NBA
   Hoje nossa série vai relembrar a história de um dos 50 melhores jogadores da história da NBA, ala de 1,93 m  fez seu nome no Philadelphia Warriors e é membro do Hall da Fama do Basquete Universitário. Vamos falar sobre Paul Arizin, estrela da NBA dos anos 50 e 60.
   Nascido na Philadelphia, Arizin não jogou basquete no ensino médio em La Salle College High School, deixando de fazer parte da equipe em sua única tentativa como senior. Ainda assim, após o ensino médio, Arizin jogou basquete na CYO (Catholic Youth Organization) na Philadelphia, e no final da temporada o treinador de Villanova, Al Severance, assistiu de alguns jogos. O treinador convidou Airizin para ir para Villanova, que aceitou na hora.
   Arizin entrou na equipe de Villanova em 1947, que já jogava junto desde 1946, chegou de forma discreta com 11.1 pontos de média. Mas nos dois anos seguintes se tornou o dono da equipe, terminando a carreira universitária com média de 20 pontos por partida. Em seu último ano teve média de 25.3 pontos, liderando a NCAA, sendo assim eleito o Jogador do Ano e All-Maerican. De quebra, ele tem um jogo de 85 pontos contra Naval Air Material Center e outro de pelo menos cem pontos, contra um junior college (cursos oferecidos após o ensino médio, preparatório para Universidade) mas a NCAA não reconhece por não ser uma faculdade.
Um dos 50 melhores de todos os tempos
   Na NBA sua carreira começou no Draft de 1950, onde foi a primeira escolha do Draft pelo Philadelphia Warriors. Ele foi eleito o novato do ano, pois chegou mostrando a que veio na liga com médias de 17.2 pontos, 9.8 rebotes e 2.1 assistências. Nos anos 50 foi um dos melhores jogadores que pisaram a quadra, ficou fora por duas temporadas as 1952/53 e 1953/54, pois estava a serviço da marinha na Guerra da Coreia. Foi o cestinha da NBA em duas temporadas (1951/52 e 1956/57), liderou o percentual de arremessos em 1951/52. 
   Ele era muito famoso por seus jump shots em movimento, juntamente com Neil Johnston formaram a melhor dupla ofensiva da NBA no momento, levando o Warriors ao título de 1956. Jogou ao lado de Joe Fulks, Tom Gola e Wilt Chamberlain, ao final de sua carreira no início dos anos 60. Quando a franquia mudou-se para San Francisco ele decidiu se aposentar, na época nenhum atleta havia se aposentado com uma média de pontos tão alta na última temporada (21.9 ppj) e como terceiro maior cestinha da história.
   Depois de aposentar-se da NBA, atuou por três temporadas com o Camden Bullets da Liga de Basquete Profissional do Leste, onde foi campeão em 1964. Mantendo médias de 20 pontos por partida, ele foi eleito o MVP da temporada de 1963 e duas vezes eleito All-EBL Primeiro Time. Em 1978 foi introduzido ao Hall da Fama do Basquete e em 1996 foi eleito como um dos 50 melhores jogadores da história da NBA. No dia 12 de dezembro de 2006, em Springfield, Pensilvânia faleceu dormindo.
   Arizin foi 1 x Campeão da NBA, 10 x All-Star, 3 x All-NBA Primeiro Time, 2 x Cestinha da NBA, Hall da Fama do Basquete e Hall da Fama do Basquete Universitário. Com uma carreira dessas não podia ficar de fora da série, pra quem não o conhecia (assim como eu), fica aqui uma lição de história do basquete.

Postar um comentário