segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Heróis do passado: Sam Jones

Mr. Clutch
   Hoje vamos relembrar a carreira de Sam Jones, grande nome da década de 1960, fez sucesso pelo Boston Celtics e é o segundo atleta que mais ganhou títulos da NBA. Fãs do basquete, principalmente do Celtão, aproveitem.
   Jones estudou e jogou basquete em North Carolina Central (atual North Carolina College), onde foi o líder da equipe por quatro anos para os treinadores John McLendon e Floyd Brown. Ele anotou 1745 pontos com médias de 17.7 pontos e 9.1 rebotes, segunda maior pontuação da história da Universidade, foi 3 x All-CIAA e teve o seu número, 41, aposentado e pendurado na Eagles Arena.
   Jones tinha 1,93 metros e 97 kg, e um fato engraçado marca o começo de sua carreira com os Celtics. Quando Red Auerbach viaja pelo sul para observar jogadores do North Carolina, que acabara de ser campeão nacional, o ex-treinador de Wake Forest, Bones McKinney disse que ele poderia ir a Chapel Hill mas o melhor jogador estava pertinho dali. Eventualmente, no Draft de 1957, o Philadelphia Warriors selecionou Lennie Rosenbluth de North Carolina na sexta posição, e Sam Jones foi a 8° escolha para o Boston Celtics, e Auerbach nunca tinha lhe visto jogar.
Excelente arremessador
   A sua temporada de estréia foi bem discreta, atuando 10,6 minutos por jogo, ele teve médias de 4.6 pontos e 0.7 assistências nos 56 jogos que participou. Coincidentemente, essa temporada e a de 1966/67 da NBA foram as únicas em que não conquistou o título da liga. Suas médias seguiram em evolução atá a temporada de 1964/65, onde já aos 31 anos começou a decair de produção, mas ainda assim com médias de 20 pontos. 
   Ele é um daqueles atletas de uma franquia apenas, jogou 12 temporadas pelo Boston Celtics e era conhecido por sua execução perfeita do arremesso e por arremessos clutch. Por conta dessas habilidades com o arremesso ele era conhecido como "Mr. Clutch", muito conhecido por usar a tabela em seus arremessos com maestria. Com 1,93 metros, Jones um ala alto e que conseguia correr pela quadra, com um jogo ofensivo refinado. Junto com K. C. Jones formou o "Jones Boys", formando uma dupla defensiva que complicava as ações dos adversários.
   Na sua carreira com os Celtics foi três vezes o cestinha da franquia, teve quatro temporadas com pelo menos 20 pontos de média, tem a quarta maior pontuação da história dos Celtics com 51 pontos e é o 26° cestinha da história dos Palyoffs com média de 18.9 pontos em um total de 2909 pontos. Por seus feitos na carreira em 1962 foi introduzido no NAIA Hall da Fama, foi o primeiro afro-americano a entrar no Hall da Fama dos Esportes de North Carolina, nomeador para o Hall da Fama do Basquete, eleito um dos 50 melhores jogadores da história e que tem o número 24 aposentado pelos Celtics.
Cerimônia de aposentadoria de seu número na Universidade
   Teve médias de 17.7 pontos, 4.9 rebotes e 2.5 assistências na carreira, 10 x Campeão da NBA, 5 x All-Star, 3 x All-NBA Segundo Time. Com certeza um dos grandes nomes do basquete, fica aqui a nossa recordação pela brilhante carreira.
Postar um comentário