terça-feira, 15 de novembro de 2016

Heróis do passado: World B. Free

Começo de carreira na Philadelphia
   Nossa série hoje vai contar a história de um grande ala da NBA, um atleta que conseguiu fazer parte de um seleto grupo de atletas a conseguir 300 ou mais pontos nos primeiros 9 jogos da temporada. Free rodou por várias franquias durante a carreira, mas manteve médias boas em todas elas, pra quem, assim como eu, não conhecia a carreira do astro, venha dar uma conferida.
   Seu apelido World ganhou nos tempos em que morava no Brooklyn, por conta de seu salto de 1,12 m e enterradas 360 graus, sendo conhecido por tentar arremessos difíceis e forma extravagante de jogar.
   Nascido em Atlanta, Free jogou basquete na Canarsie High School em New York, antes de jogar por Guilford College na Carolina do Norte. Como novato ele liderou a sua equipe ao título nacional da NAIA e foi o MVP do torneio, com médias de 21.1 pontos e 5.8 rebotes. Nos seus três de basquete universitário teve médias de 23.6 pontos e 6.5 rebotes com quase 50% de aproveitamento nos arremessos.
   Com uma boa carreira universitária mas em uma divisão não tão expressiva, sua chegada a NBA foi em 1975 na 23° posição da  segunda rodada do Draft selecionado pelo Sixers. Sua temporada de estreia foi discreta, com médias de 8.3 pontos, 1.8 rebotes e 1.5 assistências por partida em 15.8 minutos jogados. Depois dessa temporada somente evolução em seus minutos e estatísticas, aumentando assim o seu papel na equipe da Philadelphia.
Clippers, melhor temporada da carreira
   Depois de três temporadas nos Sixers, foi jogar no San Diego Clippers, onde viveu os melhores momentos de sua carreira. Em 1979/80 foi um All-Star, sendo essa a temporada em que anotou mais de 300 pontos nos 9 primeiro jogos da temporada. Free teve médias de 30.2 pontos, 4.2 assistências e 3.5 rebotes em 68 jogos. Depois de dois anos com os Clippers foi jogar no Golden State Warriors por três temporadas com boas médias, de 23.4 pontos, 5.4 assistências e 2.8 rebotes, na sequência jogou mais quatro temporadas nos Cavaliers com 23 pontos, 3.9 assistências e 2.9 rebotes de média. Voltou para jogar um ano na Philadelphia e encerrou a sua carreira no Houston Rockets.
   Durante a temporada de 1984/85, quando jogo nos Cavs, tornou-se o 39° atleta a alcançar os 15000 pontos na carreira. Na temporada de 1987/88 jogou basquete na USBL pelo Miami Tropics, após ser dispensado pelos Sixers, sendo eleito o Homem do Ano da USBL e levando o Miami ao título. Ele tinha um estilo de jogo arrojado, adorava ficar mano a mano com um defensor, girar em torno dele ou fazer um jump. Com certeza sua melhor arma foi o seu arremesso, suave, com um arco alto e quando sobre pressão mudava para um arremesso quase reto. 
Boa passagem nos Warriors
   Mesmo rodando por tantas equipes, conseguiu manter uma boa média na carreira, com 20.3 pontos, 3.7 assistências e 2.7 rebotes, com uma fenomenal temporada de 1979/80, deixando seu nome na história. E 2005 foi homenageado como uma lenda do Cleveland Cavaliers. Foi 1 x All-Star e 1 x All-NBA Segundo Time, provavelmente por jogar em uma era repleta de estrelas não conseguiu ser ainda melhor.














   
   
Postar um comentário