quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

"Nossos jogos são completamente diferentes"

Lebron fala sobre comparações com MJ

   No basquete da NBA as comparações são tradicionais, antigamente se comparavam jogadores novos ou de futuro promissor com Doctor J., Magic Johnson, e depois que Michael Jordan dominou o mundo do basquete as comparações com ele tornaram-se rotina.
   Muitos jogadores foram chamados de "novos Michael Jordan", principalmente Kobe Bryant e Lebron James. Ninguém precisa ser como Mike, ele é incomparável, assim como Kobe, Lebron e tantos outros, cada um tem o seu valor para o basquete e um nível de basquete absurdos.
   Lebron que completa 32 anos amanhã, está chegando a idade que Michael Jordan tinha quando voltou a jogar basquete depois de uma pausa de um ano e meio para jogar beisebol. MJ ganhou três títulos consecutivos e foi duas vezes MVP da liga após os 33 anos, apresentando um basquete, que muitos diziam na época, ainda melhor que o anterior a sua aposentadoria.
   De acordo com Kyle Forster do The Score, os repórteres questionaram se Lebron estudou ou não Jordan para saber como ele foi capaz de prolongar as suas habilidades e atleticismo que tinha antes de deixar a liga em 1993. O astro dos Cavs respondeu:
   "Não, não fiz. Ele era muito mais um pontuador. Nesse ponto, ele fez um monte de trabalho extra (depois dos 30 anos). Nosso jogos são apenas diferentes. Seu corpo é diferente, meu corpo é diferente do dele. Você reconhece o domínio que alguém tem nessa idade, mas não há semelhanças em nossos estilos, em nada". - disse Lebron aos repórteres hoje.
   Existem algumas comparações entre os craques que são feitas, mas o fadeway de Jordan é aquela que Lebron vê como mais distinta. Ele comentou: "Não, é diferente. Ele tem muito mais elevação em seu fadeway do que eu, e ele foi capaz de usá-lo como um movimento. Nossos jogos são completamente diferentes".
   Lebron disse o que todos já deveriam saber, por mais interessante que seja comparar os grandes nomes da história do basquete é algo complicado de ser feito. Mesmo que sejam atletas da mesma posição, é difícil dizer quem foi melhor, por exemplo entre Shaquille O'Neal e Kareem Abdul-Jabbar, em muitos aspectos são diferentes, mas ambos foram sensacionais na posição de pivô. Nem Jordan é uma unanimidade como o melhor de todos os tempos, pra mim é ele com sobra, mas muitos creditam esse posto a Magic Johnson. 
   A questão das comparações é o que move o amor pelo esporte, eu vejo assim pelo menos, quando dizem que um cara dos anos 60 era um monstro corro atrás e procuro ver vídeos, ler sobre, estudar o cara. E vejo isso como fundamentel para podermos ter uma opinião formada sobre quem é melhor, pra mim Jordan é o Deus do basquete e Lebron o melhor ala da história, que provavelmente vai bater muitas marcas de MJ, e tomara que o faça, pelo bem do esporte, para sempre ter alguém querendo superar as marcas do outro. 
Postar um comentário