terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Heróis do passado: Jerry Sloan

Sloan brilhou no Bulls
   Relembramos hoje a carreira de um atleta que virou treinador, e teve sucesso com as duas trajetórias em sua vida. Vamos falar sobre Jerry Sloan, jogador que brilhou pelo Chicago Bulls e teve sucesso como treinador do Utah Jazz. 
   Jerry Sloan era o caçula de 10 irmãos, criados pela mãe, acordava sempre as 4:30 da manhã para fazer as tarefas da fazenda e depois caminhar por 3,5 km até os treinos de basquete as 7 horas. O esforço foi compensado, ele foi All-State jogando por McLeansboro em 1960.
   Na universidade jogou basquete por Eansville de 1962 a 1965. Em 1964 começou sua carreira na NBA quando foi a 19° escolha do Draft pelo Baltimore Bullets, mas ficou de fora da temporada. No Draft de 1965 foi selecionado como a 4° escolha pelos mesmos Bullets, atuou uma temporada com médias de 5.7 pontos e 3.9 rebotes e negociado a franquia nova, Chicago Bulls no ano seguinte. Pelo, Bulls, foi conhecido como The Original Bull, levando a franquia aos Playoffs na sua primeira temporada, e ao primeiro e único título de divisão antes da era Jordan. 
   Sloan foi um ótimo jogador, um ala armador que podia atuar como ala, com uma qualidade defensiva muito eficaz e que conseguia contribuir no ataque de forma consistente. Infelizmente, por conta de constantes lesões no joelho se aposentou em 1976, após 11 temporadas. Na carreira foi 2 x All-Star, 4 x All-NBA Primeiro Time de Defesa, 2 x All-NBA Segundo Time de Defesa, e uma média de 14 pontos e 7.4 rebotes na carreira, motivos suficientes para ter o seu número #4 aposentado pelo Bulls o primeiro na história da franquia.
   Depois de se retirar das quadras, Sloan começou a trilhar outra caminho que seria de sucesso. Trabalhou cinco dias por Eansville, a universidade em que havia jogado, mas depois de cinco dias e na mesma temporada a equipe de basquete e treinadores morreram em um acidente de avião em Eansville. Dois anos mais tarde foi contratado pelo Bulls para fazer scouts, no ano seguinte treinador assistente e na temporada de 1969 treinador principal. Ficou no cargo três temporadas, chegando aos Playoffs em uma.
Hall da Fama coroou sua brilhante carreira
   Sloan foi trabalhar com scouts no Utah Jazz, passou uma temporada como treinador de Eansville, retornou como assistente técnico do Jazz e em 1988 tornou-se treinador principal. Em 22 temporadas com o Utah Jazz, em apenas 3 não levou a franquia aos Playoffs, conquistou 6 campeonatos de divisão, chegou a 2 finais da NBA e teve 10 temporadas com mais de 50 vitórias. Em 2006 atingiu as 1000 vitórias na carreira, tornando-se apenas o quinto a alcançar tal feito e em 2008 atingiu 1000 vitórias como treinador, sendo o primeiro da história a atingir a marca com uma equipe.
   Em 2009 foi elegido para o Hall da Fama, em 2001 deixou de trabalhar como treinador, em 2013 começou a trabalhar como conselheiro e consultor de scouts para o Jazz. Em 2014 o Jazz "aposentou" a camiseta 1223, em homenagem ao número de vitórias que obteve com o Utah Jazz.
   Sloan teve uma carreira boa, podemos dizer que ainda melhor como treinador, mas de muito amor ao basquete e intensidade. Merecia essa singela homenagem.

Postar um comentário