terça-feira, 4 de julho de 2017

Será o fim?

Bosh foi dispensado, terá número aposentado mas não foi confirmada a aposentadoria


  Hoje uma notícia me deixou chateado, após sete anos o Miami Heat dispensou Chris Bosh, um dos atletas que mais gostei de ver atuar na liga. O pior nem é o fato de sua dispensa, o problema é imaginar que esse possa ter sido o final de sua carreira aos 33 anos.
   Bosh chegou em 2010 ao Heat, formou o big three com Lebron e Wade, conquistou dois títulos da NBA com a franquia e sempre foi um dos grandes atletas da liga. Mas infelizmente por conta de coágulos em sua panturrilha, o ala/pivô não entre em quadra desde a temporada 2015/16, quando começou a não ser mais liberado pelos médicos. 
   Pat Riley exaltou a sua passagem pelo Heat, dizendo que Bosh melhorou a franquia como eles nunca tinham imaginado, sendo eternamente gratos pelas quatro finais de NBA e os títulos conquistados. Na última temporada em que atuou  teve médias de 19.1 pontos, 7.4 rebotes e 0.6 tocos por partida, contribuindo muito para a equipe.
  Se realmente for o final de sua carreira será um final precoce de um grande astro, Bosh é com certeza um dos melhores atletas do Draft de 2003, foi 2 x Campeão da NBA, 11 x All-Star de forma consecutiva e medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2008. Teve, ou tem, uma carreira brilhante, tanto que já foi confirmado que o Miami Heat irá aposentar a camisa número 1 em sua homenagem.
   Como torcedor e amante do basquete espero muito que Bosh ainda possa jogar, mesmo que em outra franquia pois não se falou oficialmente em sua aposentadoria. Mas caso seja verdade, provavelmente Bosh será um Hall da Fama e com uma carreira brilhante, sua última partida foi em fevereiro de 2016 contra o Kings. Ele teve médias de 19.2 pontos, 8.5 rebotes e 2 assistências por partida, um dos grandes nomes do basquete a ter a carreira interrompida por conta da saúde. 
   
Postar um comentário