quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Heróis do passado: Brad Daugherty

Pivô foi líder de pontos e rebotes dos Cavs
   Continuamos nossa série falando hoje de um pivô que fez história nos Cavaliers, dono de um jogo completo e dominante para a sua época, Brad Daugherty que foi o cara dos Cavs por muito tempo, com marcas que só foram superadas por Lebron James.
   Brad Daugherty começou a jogar basquete no Charles D. Owen High School, em Black Mountain, Carolina do Norte, liderando os Warhorses até as finais estaduais de 1982. Seu sucesso lhe garantiu uma bolsa de estudos na Universidade da Carolina do Norte com o lendário técnico Dean Smith.
   Ele atuou por quatro anos nos Tar Hills, onde teve médias de 14.2 pontos, 7.4 rebotes e 1.6 assistências, notando-se que foi evoluindo cada vez mais a cada temporada indo de 8.2 pontos na primeira para 20.2 na última. Sua qualidade, mesmo muito jovem, 17 anos, lhe rendeu duas vezes Seleção All-ACC e All-American Primeiro Time de 1986, sendo nomeado para o Time ACC 50 anos e membro do Hall da Fama dos Tar Hills. 
Brilhando desde a NCAA
   Com todo esse sucesso na NCAA, chegou a NBA como a primeira escolha no Draft de 1986 selecionado pelo Cleveland Cavaliers, que obteve essa escolha por uma troca com o Sixers por Roy Hinson e dinheiro. No mesmo ano os Cavs escolheram Ron Harper na 8° posição e ainda conseguiram Mark Price em uma troca com o Dallas Mavericks. Os três juntos, mais o novato John Williams imediatamente começaram a mostrar o seu valor, Daugherty, Williams e Harper foram todos selecionados para o All- Rookie Primeiro Time. O pivô teve média de 16.7 pontos e 8.6 rebotes, dominante desde a sua chegada.
   Daugherty atuou apenas pelo Cavs em sua carreira, sendo no momento em que se aposentou o líder de todos os tempos da franquia em pontos (10839) e rebotes (5227). Nas oito temporadas em que atuou na NBA teve médias de 18.7 pontos e 9.4 rebotes, atuou em 41 partidas nos Playoffs e liderou a equipe as finais de conferência de 1992 com médias de 21.5 pontos e 10.2 rebotes. O pivô foi eleito em 2000 para o All-Cleveland Cavaliers Time no aniversário de 30 anos da franquia. Infelizmente teve de se aposentar aos 28 anos, idade em que os atletas chegam ao auge na NBA, por recorrentes problemas nas costas.
   Foi 5 x All-Star, 1 x All-NBA Terceiro Time, All-Rookie Primeiro Time, e teve o número 43 aposentado pelos Cavaliers como reconhecimento por tudo que fez pela franquia. Daugherty foi um grande atleta, que provavelmente teria sido ainda maior se não fossem os problemas nas costas. Deixamos aqui nossa singela homenagem.


   
Postar um comentário