sexta-feira, 1 de setembro de 2017

"Não falo com ele desde a troca"

Apresentado hoje na casa nova

   Kyrie Irving chegou aos Celtics, se apresentou e deu entrevista. Obviamente que falou sobre a troca e seu relacionamento com Lebron James, o armador disse que jogar ao lado de Lebron é uma oportunidade incrível. Porém, disse que os dois não se falam desde que a troca foi anunciada.
   Segundo Chris Forsberg da ESPN, o armador confirmou que ambos não mantém mais contato desde o começo das negociações. Lebron em 2009/10 trocou de ares, deixou os Cavaliers e foi vencer dois títulos em South Beach. Nesse tempo, Irving chegava na NBA em 2011 vindo de Duke, como a esperança para reerguer a franquia, e chegou segurando o rojão de uma temporada 19-63 e depois fazendo a franquia voltar a subir nas classificações.
   Lebron voltou em 2014 e formou uma dupla imbatível com Irving no Leste, chegando a três títulos de conferência e três finais consecutivas com um título de virada (0-3), algo nunca visto antes na história dos esportes americanos. Mas o relacionamento nem sempre foi um mar de rosas, indo de um confronto nos vestiários em 2014 até Irving rindo de Lebron aparentemente ser alvo de piadas de Stephen Curry em julho desse ano.
   Fato é que essa história toda de negociação, pedido de troca e saída de Cleveland deve enfraquecer ainda mais a relação de Lebron e Irving. Charles Barkley não entendeu essa saída do armador para ser o protagonista em outra franquia, pelo simples fato de jogar com o melhor jogador do mundo na sua equipe e ter chances de sempre brigar por um título (http://maisbasquete.blogspot.com.br/2017/08/pra-que-sair.html). E me recordo de documentários, textos que li falando sobre grandes astros da NBA, especificamente Jordan e Kobe, em que seus companheiros reportavam que eram sempre muito cobrados nos treinamentos, como se fosse uma final, para que jogassem sempre no máximo de seus esforços. Isso pode ser um fator que afete os relacionamentos, quando se está no auge o objetivo é se manter, e isso gera cobranças, pode ter sido esse um dos principais fatores para essa saída e agora a falta de contato. 
   Agora cada um dos astros é o protagonista nas duas melhores equipes do Leste, Irving tentando provar que pode ser o cara e Lebron querendo manter a sua supremacia. Logo, logo ambos vão ficar frente a frente, no dia 17 de outubro os Celtics de Irving vai a Cleveland enfrentar sua antiga franquia e seu ex-companheiro Lebron James. Temporada começando com o pé na porta!
   
Postar um comentário