segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Heróis do passado: Tom Meschery

Nos tempos de high school
   Hoje nossa série relembra uma história fantástica, de um grande atleta dos Warriors la dá década de 1960, o cara sobreviveu a Segunda Guerra Mundial em um campo de internação japonês e tornou-se um dos nomes da sua geração. Vamos falar hoje sobre Tom Meschery, uma história de vida muito legal, vem com a gente e cola aqui.
   Tom Meschery nasceu em Harbin, Manchukuo na República popular da China, seus pais eram imigrantes russos que fugiam da Revolução de outubro de 1917. Seu nome de batismo era Tomislav Nikolayevich Meshcheryakov, sua família foi mais tarde deslocada para um campo de internação dos japoneses durante a Segunda Guerra Mundial. Sua família foi para os Estados Unidos com o final da guerra, indo morar em San Francisco na Califórnia, com medo de um ataque anticomunista e antisovietico, mudou o nome da família para Meschery, assim Tomislav tornou-se Thomas Nicholas Meschery, Tom.
   Começou então a jogar basquete na Lowell High School e depois foi jogar por Saint Mary's College durante seus quatro anos com a universidade. No seu terceiro ano conseguiu levar Saint Mary's até o Elite Eight da NCAA conquistando o prêmio de Jogador do Ano da Conferência Oeste e eleito All-American, ainda antes de ser profissional recebeu o diploma de Bacharel em Artes em 1961.
Grande carreira com St. Mary's na NCAA
   Sua carreira profissional em 1961 quando foi a 7° escolha do Draft de 1961 pelo Philadelphia Warriors, Tom era um jogador de 1,98 m extremamente habilidoso e que chamava atenção na sua era. Ele foi dupla de garrafão com Wilt Chamberlain e foi o primeiro estrangeiro a participar de um All-Star Game em 1963, chegou as finais da NBA em 1967 junto com Rick Barry, perdendo justamente para os Sixers de Chamberlain. Em sua temporada de novato foi titular e teve médias de 12.1 pontos e 9.1 rebotes, sendo fundamental para equipe como reforço para Chamberlain.
   Em 1967 foi jogar no Seatle SuperSonics quando foi selecionado no Draft de expansão da NBA. Na preimeira temporada com a nova equipe foi o líder da franquia em rebotes, uma média de 10,2 por partida. Jogou por mais três temporadas tendo médias de duplo-duplo em duas delas e aposentou-se do basquete aos 31 anos. 
Tornou-se um grande nome nos Warriors

   Depois do basquete começou a escrever, publicou seu primeiro livro em 1970, fez mestrado em Belas Artes e começou a dar aulas até aposentar-se em 2005 em Reno, Nevada. Em 2002 foi introduzido no Hall da Fama de dos escritores de Nevada. 
   No basquete seus feitos lhe renderam a aposentadoria do número 31 do Saint Mary's College e do número 14 do atual Golden State Warriors. Teve na carreira médias de 12.7 pontos, 8.6 rebotes e 1.7 assistências, foi 1 x All-Star e o primeiro estrangeiro a participar do evento na história. Vale a nossa lembrança essa incrível história de vida.


Postar um comentário