quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Simmons levou Ball para escola

Dominante

   Quando jogamos basquete e dominamos alguém, ou somos dominados, dizemos que levamos ou nos levaram para escola. Foi exatamente isso que aconteceu no jogo de ontem entre Sixers e Lakers, Lonzo Ball foi levado para escola por Ben Simmons.
   Esse foi o primeiro confronto entre os novatos, e o provável novato do ano, Ben Simmons jantou Lonzo Ball com farofa. Olhando o jogo víamos um novato totalmente cru, sem conseguir arremessar e um novato que parecia mais um veterano, dominando as ações e terminando o jogo perto de um triplo-duplo.
   Simmons teve 18 pontos, 9 rebotes, 10 assistências e 5 roubos de bola com um plus + 19 enquanto jogou seus 39 minutos, enquanto Ball anotou dois pontos acertando apenas 1 dos 9 arremessos que tentou e com um plus -18. Foi mais um jogo desagradável para Ball, muito em função do seu arremesso mecanicamente estranho e ineficaz. A estratégia dos Sixers era deixá-lo arremessar, quando ele conseguia se esquivar do desafio passava a bola, de resto parecia que estava atirando tijolos na cesta.
   Nitidamente a sua confiança desapareceu no segundo tempo, Ball relaxou na defesa e permitiu que Simmons pontuasse facilmente. No último período a jóia do Lakers foi sacada do jogo e não jogou o último período. Enquanto isso, Simmons jogou demais, dominou na quadra, marcou com maestria e conseguiu deixar os colegas livres para pontuar.
   O novato do Sixers foi a primeira escolha de 2016, mas ficou fora de toda a temporada por conta de uma lesão no pé. Ball foi a segunda escolha desse ano depois de uma campanha maravilhosa com a UCLA, dominou na Summer League. Ambos eram os favoritos no começo do ano para ser o novato do ano, mas na quadra a diferença entre os dois é absurda.
   Ball tem médias de 9 pontos, 6.6 rebotes e 6.9 assistências com um aproveitamento de 35,1% de aproveitamento dos arremessos, mostrando muita dificuldade em arremessar. Enquanto Simmons têm médias de 17.8 pontos, 9.2 rebotes e 7.7 assistências com 50,5% de aproveitamento dos arremessos, domina as ações e já se fala na possibilidade de ser um All-Star em sua primeira temporada.
   Não duvido das habilidades de Ball, acredito que ele possa ter sucesso na NBA mas precisa realmente melhor seu arremesso e ser mais confiante, um armador que não pontua nos dias de hoje é pouco usável. Talvez seu maior problema seja a expectativa que foi gerada ao seu redor, graças ao papai tagarela. Foram poucos jogos para dizer que ele é um bust ou algo do tipo, vamos esperar até o final da temporada e aí sim podemos fazer uma avaliação preliminar. Basta lembrar que Kobe teve médias de 7.6 pontos, 1.9 rebotes e 1.3 assistências e foi um dos melhores da história, vamos dar um tempo para Ball e ver o que acontece, mas o cheiro atualmente é mais para bust do que para lenda.
Postar um comentário