segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Heróis do passado: John McGlockin

Carreira razoável na liga mas de ações incríveis
   Voltando as atividades, começamos esse ano com nossa série Heróis do passado. Falamos hoje sobre a carreira de John McGlockin, atleta que dedicou oito anos de sua carreira ao Milwaukee Bucks e teve seu número aposentado pela franquia. 
   McGlokin jogou basquete pela Universidade de Indiana por três temporadas de 1962 a 1965, atuou em um total de 69 jogos e teve médias de 12.7 pontos e 4.5 rebotes. Apesar dos números modestos sempre evoluiu no seu aproveitamento dos arremessos em cada ano, em seu último ano tinha 90% de aproveitamento do lance-livre e 52,4% dos arremessos de quadra, muito bom para um ala/armador. 
   Depois de seu tempo na NCAA foi selecionado na 24° posição do Draft de 1965, pelo Cincinnati Royals onde atuou por duas temporadas com médias de 6.6 pontos, 2.3 rebotes e 1.4 assistências. Foi jogar no San Diego Rockets onde aumentou suas médias para 12.1 pontos, 3.1 rebotes e 2.7 assistências, mas seu melhores anos estavam por vir.
   Chegou ao Milwaukee Bucks e atuou por oito temporadas, vivendo os seus melhores e mais marcantes momentos na NBA. Na temporada de 1968/69 foi All-Star com médias 19.6 pontos, 4.3 rebotes e 3.9 assistências (melhores marcas da carreira) e na temporada de 1970/71 foi campeão da NBA ao lado de Big O e Abdull-Jabbar contribuindo bem com 15.8 pontos, 2.7 rebotes e 3.7 assistências.
   Ficou muito conhecido por seus arremessos das alas, zona morta, antes de ser a linha de três e por seu arremesso "arco-íris" por conta da parábola alta que a bola fazia no ar. Formou uma boa dupla com Jabbar, especialmente quando utilizavam uma dobra de marcação no pivô lhe possibilitando chutes de longa distância ou se fosse pressionado, retornava a bola para Jabbar embaixo da cesta com apenas um marcador. 
Até hoje como um Buck
   Foi escolhido como um dos TOP 50 Jogadores do século XX do Estado de Indiana, é membro do Hall da Fama de Indiana, Winsconsin Basketball Coaches Association do Hall da Fama de Winsconsin. Atua como membro das transmissões dos jogos do Bucks, e por conta de seus anos de dedicação a franquia é conhecido pelos fãs como Mr.Buck. Mas o mais legal de sua carreira foi a sua aposentadoria, no mesmo dia que deixou as quadras fundou o Fundo MACC, que tornou-se nacionalmente conhecido por sua luta contra o câncer infantil e já arrecadou mais de 45 milhões de dólares para pesquisas sobre esses cânceres. 
   McGlockin pode não ter sido o melhor atleta de sua geração, mas sua lealdade eterna aos Bucks lhe renderam a aposentadoria de seu número (#14) e suas atitudes fora da quadra o tornam um ser humano incrível. Deixou as quadras com médias de 11.6 pontos, 2.4 rebotes e 2.6 assistências, 1 X All-Star e 1 X Campeão da NBA. 
Postar um comentário