segunda-feira, 23 de abril de 2018

Heróis do passado: Walter Davis

Sweet D
   Salve leitores, hoje chegamos para recordar a carreira de Walter Davis, um dos grandes nomes da história do Phoenix Suns. Um ala, ala-armador de grande sucesso na NBA e na NCAA, vem conferir.
   Davis começou a jogar basquete em Pineville, na Carolina do Norte, destacando-se cedo. Sua equipe do ensino médio, South Mecklenburg High School, de Charlotte, foi três vezes consecutiva campeã estadual perdendo apenas quatro jogos nesse período. Sua boa passagem no ensino médio lhe garantiram uma vaga em North Carolina, onde jogou por quatro temporadas em altíssimo nível, mantendo médias de 15.7 pontos, 5.6 rebotes e 3.4 assistências. Em seu último ano, foi selecionado para jogar na equipe olímpica de 1976 e conquistou o ouro olímpio. 
   Em North Carolina recebeu o apelido de Sweet D, por conta de seu estilo suave e fácil de jogar, e sua tenacidade na defesa. Sua carreira profissional começou em 1978, quando foi selecionado pelo Phoenix Suns na 5° do Draft. Davis chegou na NBA voando, com médias de 24.2 pontos e 6 rebotes, ambas marcas mais altas da carreira, lhe garantindo assim o título de Novato do Ano e uma posição no All-NBA Segundo Time.
Walter Davis foi um dos grandes nomes dos Tar Hells
   Sua carreira no Suns foi um casamento maravilhoso, em 11 temporadas com a equipe de Phoenix teve médias de 20.5 pontos, 4.4 assistências e 3.2 rebotes. Ele manteve a média de pelo menos 20 pontos em seis das onze temporadas, além de ter sido selecionado para o All-Star Game seis vezes, lhe garantindo assim o posto de maior cestinha da história dos Suns. Infelizmente, suas últimas temporadas com a equipe foram marcadas por problemas recorrentes nas costas e por um escândalo com uso de drogas. 
Maior cestinha da história do Suns
   Em 1987 foi chamado para testemunhar sobre o uso de drogas ilegais por outros jogadores do Suns, em troca de imunidade em processos. Ele havia entrado duas vezes em clínicas de reabilitação para tentar se livrar da cocaína. Seu declínio culminou com o da franquia, em 1988 quando seu contrato acabou os Suns nem fizeram força para tentar renová-lo, ofereceram um contrato de um ano pela metade de seu salário. 
   Davis então foi jogar no Denver Nuggets, assinando um contrato de duas temporadas por 1,35 milhões de dólares. Ele jogou dois anos com a equipe, depois foi trocado para os Blazers e retornou para Denver para encerrar sua carreira. Apenas em suas duas últimas temporadas na carreira que ele teve médias abaixo dos 13 pontos, teve na carreira médias de 18.9 pontos, 3.8 assistências e 3 rebotes, foi 6 x All-Star, 2 x All-NBA Segundo Time, é membro do Suns Ring of Honor, maior cestinha da história do Suns e teve o número 6 aposentado pela franquia.
   Ele foi um excelente atleta, teve uma carreira brilhante e merece nossa recordação. 

Postar um comentário