segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Brincando de Seleção...

Queremos dar um passo adiante e fazer o basquete grande? Sim, queremos. Em todo o Brasil. Mas antes disso, precisamos mudar atitudes. Eu tenho absoluta certeza que a convocação de Maxwell Dias Ribeiro só ocorreu como conseqüência de minha pressão  e pela possível intervenção do técnico dele em SC. Isso quando escrevi do fracasso da seleção gaúcha sub-17 (RS fora com histórico 0 x 5, disponível em http://maisbasquete.blogspot.com/2010/11/rs-fora-com-historico-0-x-5.html).
Acontece que o regulamento dos campeonatos brasileiros de base precisam ser cumpridos e a menos que a Comissão Técnica forjasse um atestado médico com a lesão em algum atleta já inscrito, a FGB e a comissão técnica não tinham o menor objetivo de inscrever o atleta em questão quando publicaram a segunda convocação da Seleção Gaúcha Sub-19, em 02/12/2010.



Foi um jogo de cena. Apenas isso?
Baseio essa afirmação no Regulamento dos Campeonatos Brasileiros de Base, Art. 19, § Terceiro - "Qualquer atleta poderá ser substituído (a) até 14 (quatorze dias) antes da competição. Após está data só poderão ser  substituídos (as) salvo contusão comprovada com laudo médico".
Claro, resta a hipótese de não ser um jogo de cena. Como envolve, ao todo, seis (06) atletas e cinco (05) diferentes clubes ao total, pode-se pensar em pura incompetência na elaboração, encaminhamento a CBB e divulgação da lista. Novamente minha análise parte de documentos oficiais, já com links disponibilizados aqui. Além dos nomes listados abaixo, temos um na ficha entregue a CBB, Jarbas Alfredo Zuanon Filho, que não consta na convocação divulgada no RS pela Nota Oficial 135/2010 da FGB ou pela anterior, FGB/Nota Oficial 127/10., publicada em 18/11/2010 e de onde os dezoito (18) devem ter sido enviados a CBB.
O problema é que esse desleixo envolve outros clubes e outros atletas. Vejam:
  • Marcelo Theisen (Corinthians Sport Club, equipe do técnico da seleção);
  • André Matturro Foschiera (GNU);
  • Lucas Maya Tubino da Silva (GNU) - 2º Cestinha do Estadual Sub-19;
  • Bernardo Casassola (Corintians Atlético Clube);
  • Gregory Costa (UCS);
  • Maxwell Dias Ribeiro (Joinville).

A questão aqui não é se eu reclamo de tudo, se estou atento a tudo e se crítico A ou B e mesmo aqueles que esperam que eu seja um cordeirinho. Não sou assim. Não participo de arranjos. A questão é que seis atletas de base se dedicaram, se empenharam e , nesse momento, estão se considerando incapazes de integrar uma seleção gaúcha. Um pequeno grande erro que mexe com a vida das pessoas e nada se diz para amenizar o dano causado... E tem sido assim há muitos anos... Com muitos atletas preteridos pelos da cidade sede do evento que não jogarão tanto tempo assim ou nem jogarão ou jogadores não convocados por serem atletas de fulano ou beltrano.
Como se sente um guri que joga o ano todo, termina como segundo cestinha geral de sua categoria e não integra a seleção de seu estado, na sua faixa etária? Como se sente um guri que, aos 19 anos, ganha vários títulos jogando em outro estado, incluindo participação na Copa Brasil Adulta, e é preterido na seleção de seu estado natal? Como se sente um atleta que vê alguém treinando que não foi "convocado", que não esta na lista divulgada? As expectativas, os sonhos que são criados nos jovens e não se pode satisfazer é imensurável...
Foram 23 nomes na lista divulgada no RS. Seis deles já estavam na lista de corte antes de pisarem na cidade de Santa Cruz do Sul para os treinamentos. Um aparece na lista final sem que os outros saibam que ele foi incluído na listagem enviada a CBB. Outros 17 disputaram 11 vagas. 
Já passou da hora de fazer o basquete com seriedade. É preciso investigar esse caso e tomar providências para que não se repitam. A ficha de inscrição deve ser entregue 14 (catorze)  dias antes do início da competição com até vinte e quatro (24) nomes pré-inscritos. Todo atleta convocado deve estar na lista entregue a CBB.
Entretanto, em primeiro lugar a FGB e a Comissão Técnica da Seleção Gaúcha Sub-19 devem formalizar um pedido de desculpas aos clubes e aos atletas envolvidos nessa trapalhada.

Postar um comentário