terça-feira, 16 de agosto de 2011

Universíade 2011: Basquete do Brasil vencendo


Na China a seleção brasileira universitária vem obtendo resultados positivos, depois de alguns amistosos onde as coisas não foram muito bem.
Na manhã de hoje (no Brasil) a seleção venceu a China por vinte e sete (27) de diferença. No primeiro dia, ao vencer por apenas três pontos da Romênia e na prorrogação não fiquei muito satisfeito, mas no momento parece que estamos crescendo na competição, mesmo considerando que os Emirados Árabes não um adversário de peso e os outros, com exceção da Alemanha, tem vacilado e contribuído com a confortável posição que temos hoje.

O grande adversário será a Alemanha na manhã de quarta-feira, já que nessa terça (noite de segunda aqui no Brasil) o grupo folga, mas o Brasil deve treinar em dois turnos. Se vencer, garante a vaga para as quartas-de-final e o primeiro lugar do grupo. Se perder, disputará a vaga, na última rodada, com a República Tcheca que precisa vencer os próximos dois jogos (Emirados Árabes e Brasil) e torcer para que a Romênia (China e Emirados Árabes) perder um de seus jogos, o que acredito ser difícil.
Eu sei que o “jogo é jogado e o lambari é pescado”, ou seja, que em basquete o jogo decide-se na quadra, mas em tese, é difícil que a Romênia perca seus próximos jogos. Acontecendo isso o Brasil necessita vencer a Alemanha ou República Tcheca. Uma vitória em duas partidas e seguimos adiante. Se for a Alemanha, será primeiro do grupo e se for a República Tcheca será segundo do grupo.
Se o Brasil perder os dois jogos e Romênia e República Tcheca vencerem seus dois jogos, teremos um triplo empate, do qual o Brasil sairá perdedor em função do cesta average, pois o saldo da Romênia é de treze (+13) pontos positivos, o Brasil tem três (+03) positivos e a República Tcheca dezesseis (-16) negativos.
Então República Tcheca tem que vencer o Brasil de trinta (30) de diferença para ficar com a vaga e a Romênia precisa que o Brasil perca seus dois jogos para garantir a própria passagem de fase.
Mas o Brasil vai passar. Em qual situação? Quem será nosso adversário? Independente se primeiro ou segundo em seu grupo, não dá para prever o adversário do Brasil, já que o grupo “B” tem cinco (5) equipes e só teve quatro jogos realizados, nos quais Canadá lidera com duas vitórias (Turquia e Sérvia), mas Austrália, Turquia e Sérvia podem complicar as coisas nas próximas três rodadas.
Amanhã a situação já estará mais clara...
Nesse prognóstico estou desconsiderando a China que perdeu dois de seus três jogos realizados e venceu dos Emirados Árabes por apenas cinco (05) pontos. Mas e se a China vencer a Alemanha ou a Romênia ou vencer ambas? As coisas enrolam-se, mas ficará mais fácil para nós a classificação...
--------------------
Quer ganhar um livro de John Wooden? Mais Basquete e Editora Évora sortearão um exemplar aqui no Mais Basquete e dois exemplares no Centro Esportivo Virtual. Leia e participe: http://maisbasquete.blogspot.com/2011/08/mais-basquete-sorteara-livro-de-john.html.
Postar um comentário